18 de set de 2015

Alunos do programa Cidade Olímpica participam de evento sobre Astrofisica

Evento aconteceu no IFPI, em Teresina.



(180 Graus) O Campus do Instituto Federal do Piauí (IFPI) – Teresina/Central sediou o evento Conexão Cósmica II, realizado pelo Projeto Gráviton no Auditório Maestrina Clóris de Oliveira. Na programação alunos do Programa Cidade Olímpica Educacional, participaram do evento na área de Astrofísica.

O Projeto Gráviton é um grupo independente sem fins lucrativos formado por alunos de física do Instituto Federal do Piauí (IFPI) e da Universidade Federal do Piauí (UFPI), que já desenvolvem projetos na área de ensino da física, com novas metodologias como o "Conexão Cósmica" voltado para a divulgação Científica.

Entre os objetivos que podem ser citados está o aperfeiçoamento do ensino-aprendizagem da ciência e suas atuais metodologias, promovendo eventos aos quais aproxime a ciência da sociedade, além de desenvolver pesquisas beneficiando a sociedade em um futuro próximo.

Nesta segunda edição o evento abordou temas como: A procura por vida fora da Terra e as dificuldades que a humanidade encontra ao sair da Terra.

A programação contou com três palestras presenciais e uma teleconferência, além de exposição de material didático de astronomia produzido pelos alunos da Rede Municipal de Ensino que fazem parte do Programa Cidade Olímpica Educacional da turma de Astronomia.

Os temas abordados nas palestras foram: As maravilhas do Universo ministradas pelo professor Irapuan Filho- IFMA; Astrobiologia – Thays Bentes- UniNorte Laureate, Brasil e Ecologia da Terra para o Universo pelo professor Pedro Santos Abe – Biólogo e mestre em Ecologia.

Já o tema discutido na teleconferência foi: Astronomia, O Universo em Escala, Carlos Oliveira – Texas University, Austin – Estados Unidos.

Segundo a professora de Astronomia do Programa Cidade Olímpica Educacional da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) as produções científicas nas áreas de exatas são poucas em nosso Estado, por isso a preocupação em aproximar os alunos neste estudo. “Com a participação dos nossos alunos em eventos nas áreas de astrofísica e astronomia iremos desperta nesses estudantes o interesse pelo estudo nessas áreas especificas, melhorando o panorama existente atualmente, onde existem poucos estudos”, pontua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente