28 de mar de 2015

Irineu Felippe - imagens do céu



27 de mar de 2015

Sonho de uma criança transforma a realidade didática de outras

Projeto com crianças desenvolve projeto sobre o tema ‘astronomia’



(CircuitoMT) Era uma vez um menino de sete anos que deitava na grama e ficava olhando o céu. Em sua cabeça, ao mirar as estrelas, ficava imaginando como seriam aqueles ‘pontos’ de luz, a que distância estavam de nós, quais os segredos que poderia desvendar... Este era Carlos Wagner Ribeiro, hoje astrônomo amador e presidente do Planetário Via Láctea de Cuiabá. Para que outras crianças como ele também possam sonhar em conhecer mais do que a grade curricular fornece em termos de astronomia é que ele desenvolve, desde 2014, juntamente com o Sintep subsede Cuiabá, o projeto Planetário nas Escolas. A programação termina este ano e vai abranger 24 escolas da Capital. Até o momento já foram sensibilizadas para o tema ‘astronomia’ cerca de 16 mil crianças e adolescentes com a ideia. No último dia 24.03 foi a vez de levar o Planetário para a escola Estadual Leovegildo de Mello, no bairro CPA 3.

“Eu estudava em escola pública, havia uma pequena biblioteca que dispunha de alguns livros de ciências que eu folheava quando tinha oportunidade de ir lá”, lembra Ribeiro que, com o projeto, que leva seu planetário móvel às escolas públicas, pretende fazer expandir o universo da cabeça não só de alunos como também de professores. Assim, ganha o cidadão, a sociedade e a Ciência.

Ele lembra que a primeira vez que observou o espaço de forma mais incisiva foi por intermédio de uma luneta caseira construída com as próprias mãos, aos 8 anos de idade. O ‘instrumento’ era composto de duas lentes e um tubo de PVC. “Aprendi o que sei com muita leitura, observações e um irresistível desejo de conhecer os mistérios do universo. A primeira coisa que consegui observar foi a Lua ampliada cerca de 4 vezes e senti emoção por observar características impossíveis a vista desarmada”, relembra.

O que o faz levar o conhecimento que adquiriu ao longo da vida (hoje ele tem 29 anos) e é assistente social e advogado, é que, na escola em que estudava havia professores muito entusiasmados, todavia a estrutura da escola não oferecia condições de incentivar jovens cientistas devido à precariedade que, em sua visão, infelizmente, acomete a maioria das escolas públicas até hoje.

Serviço
Por conta disso, Ribeiro informa que o PVL continua aberto a novas propostas de levar o conhecimento astronômico para escolas tanto públicas quanto particulares da Capital e Interior. Para isso basta entrar em contato pela fanpage Planetário Via Láctea ou (65) 8132-7599.

Opção de lazer no final de semana é visitar o Laboratório de Astronomia da Estação Cabo Branco


(Prefeitura de João Pessoa) Se você se interessa por astronomia, astros, estrelas e constelações precisa visitar ou agendar sua visita no Laboratório de Astronomia da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano, e conferir as exibições de filmes, participar de visitas guiadas e oficinas de astronomia.

As atividades do Laboratório estão acontecendo na Sala de Convenções do prédio administrativo, nas quartas e sextas-feiras nos horários: 9h30, 10h30, 11h30, 14h, 15h, 16h, 18, 19h e 20h. Nos sábados e domingos os horários são 10h30, 16h30, 17h30. As sessões guiadas nos sábados e domingos são 15h30, 16h30 e 17h30. Nas terças e quintas-feiras são os dias da semana reservados para as instituições (faculdade, escolas, ong´s, fundações, etc)

No Laboratório de Astronomia o visitante vai encontrar um planetário inflável em formato de abóbada onde é exibido o filme Os Filhos do Sol, um curta metragem com duração de 22 minutos, que consiste num breve passeio pelo sistema solar, com narração em português e com imagens do sistema solar. O filme descreve todos os planetas, suas dimensões, condições atmosféricas, distância da Terra, luas e asteroides e a órbita de cada um.

A sessão guiada além da exibição do filme o visitante tem uma pequena aula, com duração de 30 minutos, onde terá a oportunidade de visualizar e conhecer algumas características da ciência astronômica. São vistos conceitos sobre o planeta, os principais movimentos, localização, latitude, longitude, orientação geográfica e pontos cardeais. Outro recurso apresentado é o reconhecimento das principais constelações e seus objetos, projeção dos planetas, galáxias, lua e sol.

As observações astronômicas acontecem nos finais de semana, a partir das 18h, sempre que as condições climáticas do dia permitir a visualização. Nas observações são usados telescópios e lunetas do laboratório.

SERVIÇO:
LABORATÓRIO DE ASTRONOMIA
Local: Sala de Convenções da Estação Cabo Branco – Altiplano
Entrada Gratuita
Informações: 3214. 8303 – 3214.8270
www.joaopessoa.pb.gov.br/estacaocabobranco

CEAMIG - Atividades públicas - 28 de março




17:00 - 18:00 - Palestra - Detecção de Meteoros (c/ Cristóvão Jacques e João Amâncio)
18:00 - 21:00 - Identificação dos astros e observação do céu
(se o clima permitir)

Colégio Santo Agostinho
Entrada pela Rua Aimorés, 2735
Belo Horizonte/MG
Compareça e traga seus amigos
Entrada franca

Visitas ao observatório do projeto Alma, no Atacama


(Recortes de Viagem - Zero Hora) Quando fui ao deserto do Atacama, no Chile, um ano e meio atrás, fiz um tour astronômico que descrevi aqui no blog e fiquei, durante este tempo, esperando que uma outra possibilidade de ver astros/estrelas num dos céus mais limpos e claros do mundo fosse aberta aos turistas/visitantes.

Pois isso vai acontecer a partir do dia 29 de março.

Não exatamente como eu imaginava ainda, mas já é um começo.

O centro de operações do observatório Alma vai permitir aos visitantes conhecer como é a vida de quem trabalha ali e as instalações desse que é considerado um dos projetos científicos mais avançados do mundo, construído em colaboração por vários países.

Não deixe, porém, de fazer o tour que eu sugeri lá no post acima. É imperdível e vale toda a viagem.

Como vai funcionar
.as visitas serão aos sábados e domingos pela manhã
.será necessária, obrigatoriamente, uma inscrição prévia
.o translado de San Pedro de Atacama até o observatório será gratuito, num ônibus do Alma, para quem tiver confirmado a inscrição
.informações e ficha de inscrição em www.almaobservatory.org

Observação astronômica em Marialva/PR


Estudantes buscam vaga em olimpíadas de astronomia no exterior


(Folha Vale do Café) Cerca de cem e vinte estudantes do Ensino Médio de escolas públicas e particulares de todo o país vão em busca de uma vaga para representar o Brasil em olimpíadas de astronomia no exterior. O exame será aplicado dos dias 28 de março a 1º de abril, em Barra do Piraí, interior do Rio de Janeiro

A primeira etapa, que aconteceu depois da prova nacional, foi online. Nessa fase, as provas serão presenciais e vão definir os representantes da delegação brasileira nas Olimpíadas Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA) e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA) de 2015.

De acordo com o Dr. João Batista Garcia Canalle, coordenador nacional da OBA, os estudantes vão fazer exames teóricos de astronomia e provas práticas sobre o céu, como, por exemplo, localizar constelações e estrelas. “Serão duas provas teóricas: uma de reconhecimento prático do céu real com manuseio de telescópio e outra só de reconhecimento do céu, mas dentro do planetário digital da OBA”, comenta.

Depois de selecionados, os jovens participam de uma grande preparação com astrônomos e especialistas. A programação contará com treinamentos no Observatório Abrahão De Moraes da Universidade de São Paulo (USP), em Valinhos (SP), no Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), em Brasópolis (MG), e na cidade de Passa Quatro, sul de Minas Gerais. Os encontros serão divididos em grupos de estudos, oficinas de atividades e observação do céu noturno, com instrumentos e de maneira panorâmica, a olho nu.

Eventos internacionais
A nona IOAA vai acontecer na Indonésia em julho. Na edição anterior, que foi na Romênia, o Brasil levou a inédita medalha de prata na prova por equipe. Nos exames individuais, os alunos conseguiram duas medalhas de bronze e três menções honrosas.

E a OLAA desse ano será na cidade de Barra do Piraí, Rio de Janeiro. A olimpíada reunirá representantes da Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Colômbia, Bolívia, México e Brasil e, provavelmente, com observadores do Peru e Venezuela. Em 2014, no Uruguai, a equipe do nosso país ganhou três medalhas de ouro, duas de prata e ainda garantiu o prêmio especial de “Melhor Prova Individual”, por terem gabaritado os exames.

Organização
A OBA é coordenada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB). A prova desse ano acontecerá no dia 15 de maio.

II Semana da Licenciatura em Física do IFNMG


Clique aqui para detalhes

26 de mar de 2015

CiencTecTV - Efemérides de 26 a 30 de Março de 2015

17 eventos astronômicos que você não pode perder nos próximos meses

Lua de sangue, chuvas de meteoros, conjunções, superluas, um cometa promissor: confira os destaques celestes que estão por vir em 2015


(Galileu) Na última sexta-feira (20/3), tivemos uma coincidência rara de três eventos astronômicos no mesmo dia: um eclipse total do Sol, uma superlua e o equinócio de outono. Todos os anos, os céus promovem casualidades como esta e verdadeiros espetáculos para os entusiastas de astronomia. O mais bacana é que, para observar muitos destes fenômenos, nem sequer é preciso ter um telescópio ou um bom binóculo – em várias ocasiões, eles são democráticos o suficiente para serem vistos a olho nu.

Como sabemos do gosto de nossos leitores pelas maravilhas do universo e, também, que poucas coisas são mais legais do que observar um belo show no céu com aquele alguém especial, resolvemos preparar uma lista dos eventos astronômicos mais promissores até dezembro. Então prepare a agenda e, se quiser saber ainda mais, dê uma olhada no calendário completo do site especializado Sea and Sky. Confira: