17 de out de 2019

Curso de Astronomia para crianças no Observatório


Prezados(as) Apaixonados pela Astronomia!

Atendendo a inúmeros pedidos, o Observatório de Astronomia da Unesp realizará um curso especial para as crianças (e adultos acompanhantes) no mês das crianças.

Clique aqui e faça sua inscrição!

16 de out de 2019

Participação brasileira no satélite europeu PLATO (PLAnetary Transits and Oscillation of stars)

O PRÊMIO NOBEL DE FÍSICA DE 2019, O SATÉLITE PLATO E ENGENHEIROS BRASILEIROS NA CAPA DA REVISTA EUROPÉIA ASTRONOMY & ASTROPHYSICS

(IAG/USP) Foram anunciados na última semana os ganhadores do Prêmio Nobel de Física de 2019. Os suíços Michel Mayor e Didier Queloz foram escolhidos por suas descobertas no campo dos exoplanetas. O valor dessa área de pesquisa foi finalmente reconhecido, ao receber o mais prestigioso prêmio científico existente no mundo. Isso mostra a atualidade da participação brasileira no satélite europeu PLATO (PLAnetary Transits and Oscillation of stars), que vai ser lançado em 2026 pela Agência Espacial Europeia (ESA), com a principal finalidade de descobrir exoplanetas similares à Terra localizados dentro da zona habitável de estrelas semelhantes ao Sol (isto é, onde pode existir água em estado líquido). Ou seja, vai buscar sistemas solares gêmeos do nosso, representando desta forma um papel essencial na tentativa de responder à velha questão da humanidade sobre se estamos sós no Universo.

Comparativamente às missões espaciais de sua categoria, o PLATO (http://www.platomission.com) será o primeiro instrumento capaz de aliar alta precisão fotométrica (da ordem de algumas dezenas de partes por milhão) e amplo campo de visada (superior a 2000 graus quadrados). Para efeito de comparação, tal campo cobre uma área do céu quase 20 vezes superior àquela coberta pelo satélite Kepler da NASA, o maior já lançado para estudar exoplanetas Com tais atributos, o PLATO será a única missão de sua categoria capaz de efetivamente determinar se existem planetas semelhantes à nossa Terra, com qual frequência eles ocorrem e quais tipos de estrelas e eles orbitam normalmente.

O Brasil está participando da construção e montagem científica do satélite. Dezenas de pesquisadores oriundos de várias instituições de ensino e pesquisa de norte a sul do país (IAG e Escola Politécnica da USP, UNESP/Guaratinguetá, Universidade Presbiteriana Mackenzie, Instituto Mauá de Tecnologia, Observatório Nacional/MCTI, UFMG, UFRN, Obs. do Valongo e IBCCF e UEPG). Pela primeira vez em sua história, o país está contribuindo simultaneamente com software, hardware e ciência num projeto espacial científico internacional. Essa participação proporcionará aos astrofísicos brasileiros acesso privilegiado às descobertas científicas do PLATO nos campos dos exoplanetas e ciência planetária, física estelar e astrobiologia.

O satélite detecta um exoplaneta quando este transita em frente ao disco de sua estrela, causando um pequeno eclipse. Entretanto, outros fenômenos astrofísicos – em particular sistemas com estrelas binárias – são capazes de imitar trânsitos planetários, gerando assim um conjunto de falsos positivos. Tais assinaturas falsas devem ser devidamente distinguidas das relativas a trânsitos planetários reais, a fim de prevenir vieses na estatística de detecção de planetas. No contexto da missão PLATO, a problemática de falsos positivos será particularmente importante, dada a numerosa quantidade de estrelas (até um milhão) que o instrumento será capaz de observar durante seu tempo de vida útil (até 6,5 anos). Levando-se em conta que a confirmação de um planeta e a estimativa de sua massa requer também muitas horas de telescópios terrestres, a eliminação de falsos positivos, já na fase de detecção de assinaturas planetárias, torna-se crucial. Neste sentido, soluções eficientes em termos de software para extração de fotometria estelar e tratamento de dados (curvas de luz) devem ser estudadas e testadas, de forma a maximizar a qualidade dos dados científicos produzidos pelo instrumento.

Para as estrelas-alvo da missão PLATO, o trabalho – desenvolvido por engenheiros brasileiros – para determinação do método ótimo de extração fotométrica, em voo, que minimiza a ocorrência de falsos trânsitos planetários mereceu que o artigo que o descreve fosse escolhido para ser capa do volume de julho da mais prestigiosa revista europeia da área, a Astronomy & Astrophysics (veja a figura). Este artigo é um dos frutos da tese de doutorado de Victor Marchiori, realizada em regime de cotutela (duplo diploma) entre a Escola Politécnica da USP e o Observatório de Paris na França, num contexto de cooperação internacional inédito no espacial brasileiro. Tal trabalho resultou igualmente em projeções para desenvolvimento futuro de algoritmos de detecção de falsos positivos, cujas perspectivas são promissoras e que fará objeto de um projeto de pós-doutorado. A tese foi defendida em Paris no dia 16 de setembro último.

Publicação - Astronomy & Astrophysics: https://www.aanda.org/articles/aa/abs/2019/07/aa35269-19/aa35269-19.html (arXiv: https://arxiv.org/abs/1906.00892)

11 de out de 2019

A UBA está voltando!



União Brasileira de Astronomia (UBA)... UMA REALIDADE!

Agradecimentos especiais ao Prof. Dermeval Carneiro pela oportunidade de fazer história e reativá-la nos 50 anos de fundação.

Obrigado! A Astronomia brasileira agradece!

3 de out de 2019

Observatório Didático de Astronomia da Unesp comemora Noite Internacional de Observação da Lua!



No próximo sábado (05), o Observatório de Astronomia da Unesp abrirá suas portas para mais um evento aberto ao público! Desta vez, o grupo comemora a Noite Internacional de Observação da Lua, iniciativa da NASA que incentiva pessoas no mundo inteiro a olharem para o céu e observarem o satélite natural do nosso planeta.

Os eventos acontecem internacionalmente entre os meses de setembro e outubro, preferivelmente quando a Lua está passando pelo quarto crescente, ou seja, formando um ângulo de cerca de 90º com o Sol. Nesta fase lunar, ela nasce ao meio-dia e se põe à meia-noite, fazendo com que seja mais fácil observá-la a partir do final da tarde até tarde da noite.

O evento do Observatório faz parte das 1008 atividades registradas no site da NASA até o momento e acontecerá das 19:00 às 22:00 no prédio do grupo dentro do IPMet, em Bauru. Dentre as atividades oferecidas estão observações com quatro telescópios e um quinto acoplado a uma televisão, palestras do professor Rodolfo Langhi sobre o tema, contação de histórias na oficina infantil e reconhecimento do céu a olho nu. Vale lembrar que o evento estará comemorando também o Dia do Meteorologista, celebrado no dia 14 de outubro e a Semana Mundial do Espaço, que acontece entre 4 e 10 de outubro.

O evento, como sempre, é gratuito e dispensa inscrição prévia. Esperamos todos vocês para celebrarmos e aprendermos sobre a nossa Lua!

Data: 05/10/2019
Horário: 19:00 às 22:00
Local: Observatório Didático de Astronomia "Lionel José Andriatto": Estrada Municipal José Sandrin, s/n - Chácaras Bauruenses (IPMet radar Unesp).
Acompanhe as Redes Sociais do Observatório para mais informações: facebook.com/obsbauru | @obsbauru

Contato: obsbauru@gmail.com | (14) 99124-9044 | (14) 3103-6030

2 de out de 2019

Asteroides e objetos similares em setembro de 2019

01: Asteroide Apolo 2018 FK5 em passagem muito próxima da Terra a 0,034 ua.
02: Asteroide Apolo 2019 SX3 em passagem muito próxima da Terra a 0,022 ua.
02: Asteroide Aten 2018 LG4 em passagem muito próxima da Terra a 0,035 ua.
02: Asteroide Apolo 2017 EY2 em passagem muito próxima da Terra a 0,098 ua.
02: Asteroide 2045 Peking em sua máxima proximidade da Terra a 1,504 ua.
02: Plutino 469372 (2001 QF298) em oposição a 42,525 ua.
03: Asteroide Apolo 2019 SP3 em passagem muito próxima da Terra a 0,002 ua.
03: Asteroide Atira 434326 (2004 JG6) em sua máxima proximidade da Terra a 0,700 ua.
03: Asteroide 4330 Vivaldi em sua máxima proximidade da Terra a 1,176 ua.
03: Asteroide 5102 Benfranklin em sua máxima proximidade da Terra a 1,269 ua.
03: Asteroide 1951 Lick em sua máxima proximidade da Terra a 2,111 ua.
03: Objeto do Cinturão de Kuiper 308933 (2006 SQ372) em oposição a 28,128 ua.
03: Objeto do Cinturão de Kuiper 523794 (2015 RR245) em oposição a 61,512 ua.
04: Asteroide Apolo 2016 HA em passagem muito próxima da Terra a 0,098 ua.
04: Asteroide Apolo 29075 (1950 DA) em sua máxima proximidade da Terra a 1,401 ua.
05: Asteroide Aten 2017 TJ4 em passagem muito próxima da Terra a 0,034 ua.
05: Asteroide Amor 8013 Gordonmoore em sua máxima proximidade da Terra a 2,048 ua.
05: Asteroide 3688 Navajo em sua máxima proximidade da Terra a 3,316 ua.
06: Asteroide Apolo 2019 SZ4 em passagem muito próxima da Terra a 0,048 ua.
06: Asteroide Apolo 3200 Phaethon em sua máxima proximidade da Terra a 0,918 ua.
06: Asteroide 400796 Douglass em sua máxima proximidade da Terra a 1,286 ua.
07: Asteroide Apolo 2016 CW193 em passagem muito próxima da Terra a 0,081 ua.
07: Asteroide Aten 2014 AE29 em passagem muito próxima da Terra a 0,099 ua.
07: Asteroide 827 Wolfiana em sua máxima proximidade da Terra a 0,922 ua.
07: Asteroide 6117 Brevardastro em sua máxima proximidade da Terra a 1,309 ua.
07: Asteroide 8250 Cornell em sua máxima proximidade da Terra a 1,776 ua.
07: Asteroide Amor 20460 Robwhiteley em sua máxima proximidade da Terra a 2,008 ua.
08: Asteroide Apolo 2019 RK em passagem muito próxima da Terra a 0,043 ua.
08: Asteroide Apolo 469219 (2016 HO3) em sua máxima proximidade da Terra a 0,151 ua.
08: Asteroide 5891 Gehrig em sua máxima proximidade da Terra a 1,175 ua.
08: Asteroide 9500 Camelot em sua máxima proximidade da Terra a 1,493 ua.
08: Troiano de Netuno 2015 RW277 em oposição a 29,965 ua.
09: Asteroide 1022 Olympiada em sua máxima proximidade da Terra a 2,256 ua.
09: Objeto do Cinturão de Kuiper 528381 (2008 ST291) em oposição a 60,460 ua.
10: Asteroide 90388 Philchristensen em sua máxima proximidade da Terra a 1,229 ua.
10: Asteroide 25137 Seansolomon em sua máxima proximidade da Terra a 1,241 ua.
10: Asteroide 5535 Annefrank em sua máxima proximidade da Terra a 1,269 ua.
10: Asteroide 9949 Brontosaurus em sua máxima proximidade da Terra a 1,499 ua.
10: Asteroide 5362 Johnyoung em sua máxima proximidade da Terra a 2,316 ua.
11: Asteroide Amor 477719 (2010 SG15) em passagem muito próxima da Terra a 0,092 ua.
11: Asteroide 2625 Jack London em sua máxima proximidade da Terra a 1,131 ua.
11: Asteroide 5231 Verne em sua máxima proximidade da Terra a 1,340 ua.
11: Asteroide 6442 Salzburg em sua máxima proximidade da Terra a 1,715 ua.
11: Asteroide 12002 Suess em sua máxima proximidade da Terra a 1,855 ua.
12: Asteroide Apolo 2019 SE2 em passagem muito próxima da Terra a 0,049 ua.
12: Asteroide Amor 2059 Baboquivari em sua máxima proximidade da Terra a 0,474 ua.
12: Asteroide 6982 Cesarchavez em sua máxima proximidade da Terra a 1,318 ua.
12: Asteroide 8277 Machu-Picchu em sua máxima proximidade da Terra a 1,604 ua.
13: Asteroide 17059 Elvis em sua máxima proximidade da Terra a 1,225 ua.
13: Asteroide 5816 Potsdam em sua máxima proximidade da Terra a 1,836 ua.
14: Asteroide Atira 2015 DR215 em sua máxima proximidade da Terra a 0,637 ua.
14: Asteroide 128523 Johnmuir em sua máxima proximidade da Terra a 0,923 ua.
14: Asteroide Amor 154991 Vinciguerra em sua máxima proximidade da Terra a 1,061 ua.
14: Asteroide 2709 Sagan em sua máxima proximidade da Terra a 1,348 ua.
14: Asteroide 3866 Langley em sua máxima proximidade da Terra a 1,655 ua.
14: Asteroide Amor 3352 McAuliffe em sua máxima proximidade da Terra a 1,918 ua.
14: Asteroide 7231 Porco em sua máxima proximidade da Terra a 1,990 ua.
14: Objeto do Cinturão de Kuiper 303775 (2005 QU182) em oposição a 52,381 ua.
15: Objeto Hiperbólico A/2019 Q1 em oposição a 4,439 ua.
15: Asteroide Aten 2018 PK21 em passagem muito próxima da Terra a 0,061 ua.
15: Asteroide Atira 2014 FO47 em sua máxima proximidade da Terra a 0,437 ua.
15: Asteroide Atira 1998 DK36 em sua máxima proximidade da Terra a 0,541 ua.
15: Asteroide 4433 Goldstone em sua máxima proximidade da Terra a 1,240 ua.
15: Asteroide 4104 Alu em sua máxima proximidade da Terra a 1,530 ua.
15: Asteroide 1069 Planckia em sua máxima proximidade da Terra a 2,454 ua.
15: Objeto do Cinturão de Kuiper 19308 (1996 TO66) em oposição a 46,513 ua.
16: Asteroide 2874 Jim Young em sua máxima proximidade da Terra a 0,967 ua.
16: Asteroide Apolo 4183 Cuno em sua máxima proximidade da Terra a 1,900 ua.
17: Asteroide 16682 Donati em sua máxima proximidade da Terra a 1,205 ua.
17: Asteroide 14593 Everett em sua máxima proximidade da Terra a 1,219 ua.
17: Asteroide 6714 Montreal em sua máxima proximidade da Terra a 1,323 ua.
17: Asteroide 6471 Collins em sua máxima proximidade da Terra a 1,528 ua.
17: Asteroide 13586 Copenhagen em sua máxima proximidade da Terra a 1,957 ua.
18: Asteroide Apolo 14827 Hypnos em sua máxima proximidade da Terra a 0,846 ua.
18: Asteroide Aten 3362 Khufu em sua máxima proximidade da Terra a 1,387 ua.
18: Planeta-anão 136199 Eris em oposição a 95,047 ua.
19: Asteroide Amor 3102 Krok em sua máxima proximidade da Terra a 0,694 ua.
19: Asteroide 12325 Bogota em sua máxima proximidade da Terra a 1,226 ua.
19: Asteroide Amor 2608 Seneca em sua máxima proximidade da Terra a 2,972 ua.
20: Asteroide Apolo 6489 Golevka em sua máxima proximidade da Terra a 1,533 ua.
20: Asteroide 9674 Slovenija em sua máxima proximidade da Terra a 1,786 ua.
20: Objeto do Cinturão de Kuiper 202421 (2005 UQ513) em oposição a 47,064 ua.
21: Objeto Hiperbólico A/2019 Q1 em sua máxima proximidade da Terra a 4,431 ua.
21: Asteroide 5860 Deankootz em sua máxima proximidade da Terra a 0,962 ua.
21: Asteroide 1388 Aphrodite em sua máxima proximidade da Terra a 1,952 ua.
21: Asteroide 100007 Peters em sua máxima proximidade da Terra a 2,247 ua.
22: Asteroide Apolo 2017 MN8 em passagem muito próxima da Terra a 0,093 ua.
22: Asteroide 8084 Dallas em sua máxima proximidade da Terra a 2,366 ua.
23: Asteroide Amor 1580 Betulia em sua máxima proximidade da Terra a 2,286 ua.
24: Asteroide 1997 Leverrier em sua máxima proximidade da Terra a 0,851 ua.
24: Asteroide 35352 Texas em sua máxima proximidade da Terra a 1,259 ua.
24: Asteroide 10071 Paraguay em sua máxima proximidade da Terra a 1,542 ua.
25: Asteroide Aten 2017 TG5 em passagem muito próxima da Terra a 0,037 ua.
25: Asteroide Apolo 162082 (1998 HL1) em passagem muito próxima da Terra a 0,042 ua.
25: Objeto do Cinturão de Kuiper 308379 (2005 RS43) em oposição a 42,924 ua.
26: Asteroide Apolo 1863 Antinous em sua máxima proximidade da Terra a 1,522 ua.
26: Objeto Centauro 2015 JH1 em oposição a 8,248 ua.
27: Asteroide 3353 Jarvis em sua máxima proximidade da Terra a 0,959 ua.
27: Asteroide 797 Montana em sua máxima proximidade da Terra a 1,687 ua.
27: Asteroide 3526 Jeffbell em sua máxima proximidade da Terra a 1,861 ua.
27: Asteroide 5760 Mittlefehldt em sua máxima proximidade da Terra a 1,925 ua.
27: Troiano de Netuno 530664 (2011 SO277) em oposição a 29,519 ua.
28: Asteroide 128036 Rafaelnadal em sua máxima proximidade da Terra a 1,830 ua.
28: Objeto Centauro 20461 Dioretsa em oposição a 30,283 ua.
29: Asteroide 2099 Opik em sua máxima proximidade da Terra a 0,518 ua.
29: Asteroide Aten 3753 Cruithne em sua máxima proximidade da Terra a 0,558 ua.
29: Asteroide 9342 Carygrant em sua máxima proximidade da Terra a 0,970 ua.
29: Asteroide 4238 Audrey em sua máxima proximidade da Terra a 1,568 ua.
29: Asteroide Apolo 314082 Dryope em sua máxima proximidade da Terra a 2,060 ua.
29: Objeto do Cinturão de Kuiper 55636 (2002 TX300) em oposição a 41,813 ua.
30: Asteroide Aten 2017 SE20 em passagem muito próxima da Terra a 0,074 ua.
30: Asteroide 55397 Hackman em sua máxima proximidade da Terra a 1,527 ua.
30: Asteroide 2224 Tucson em sua máxima proximidade da Terra a 1,910 ua.
30: Asteroide 2404 Antarctica em sua máxima proximidade da Terra a 2,442 ua.
31: Asteroide Apolo 2011 SE97 em passagem muito próxima da Terra a 0,098 ua.
31: Asteroide 13599 Lisbon em sua máxima proximidade da Terra a 1,005 ua.
31: Asteroide 83360 Catalina em sua máxima proximidade da Terra a 1,344 ua.
31: Asteroide Amor 8034 Akka em sua máxima proximidade da Terra a 1,438 ua.
31: Asteroide 6546 Kaye em sua máxima proximidade da Terra a 2,551 ua.

1 de out de 2019

Cometas observáveis em Outubro/19

01: Cometa 101P/Chernykh em sua máxima proximidade da Terra a 1,526 ua.
01: Cometa 175P/Hergenrother no periélio a 1,946 ua.
02: Cometa 293P/Spacewatch em oposição a 2,575 ua.
02: Cometa 111P/Helin-Roman-Crockett em sua máxima proximidade da Terra a 3,063 ua.
02: Cometa 172P/Yeung em oposição a 3,606 ua.
03: Cometa 125P/Spacewatch em oposição a 2,423 ua.
03: Cometa C/2018 P5 (PANSTARRS) em sua máxima proximidade da Terra a 3,793 ua.
04: Cometa 260P/McNaught em sua máxima proximidade da Terra a 0,562 ua.
04: Cometa 133P/Elst-Pizarro em sua máxima proximidade da Terra a 2,039 ua.
04: Cometa P/2016 BA14 (PANSTARRS) em oposição a 3,584 ua.
05: Cometa P/2013 W1 (PANSTARRS) em sua máxima proximidade da Terra a 2,376 ua.
05: Cometa 252P/LINEAR em oposição a 3,680 ua.
07: Cometa 2P/Encke em sua máxima proximidade da Terra a 2,215 ua.
08: Cometa P/2006 F1 (Kowalski) em sua máxima proximidade da Terra a 3,490 ua.
08: Cometa 29P/Schwassmann-Wachmann em sua máxima proximidade da Terra a 4,789 ua.
09: Cometa P/2006 R1 (Siding Spring) em oposição a 0,911 ua.
09: Cometa C/2019 K5 (Young) em sua máxima proximidade da Terra a 1,546 ua.
09: Cometa P/2005 J1 (McNaught) em oposição a 2,606 ua.
09: Cometa 29P/Schwassmann-Wachmann em oposição a 4,789 ua.
10: Cometa P/2008 Y12 (SOHO) no periélio a 0,066 ua.
10: Cometa P/2018 L1 (PANSTARRS) em sua máxima proximidade da Terra a 2,207 ua.
10: Cometa P/2013 A2 (Scotti) em oposição a 2,907 ua.
10: Cometa C/2018 P5 (PANSTARRS) em oposição a 3,801 ua.
11: Cometa 384P/Kowalski no periélio a 1,116 ua.
11: Cometa 133P/Elst-Pizarro em oposição a 2,046 ua.
11: Cometa P/2017 P1 (PANSTARRS) em sua máxima proximidade da Terra a 4,784 ua.
12: Cometa P/2006 R1 (Siding Spring) em sua máxima proximidade da Terra a 0,904 ua.
12: Cometa C/2018 Y1 (Iwamoto) em sua máxima proximidade da Terra a 2,671 ua.
13: Cometa P/2012 O2 (McNaught) em oposição a 1,386 ua.
13: Cometa P/2006 F1 (Kowalski) em oposição a 3,493 ua.
13: Cometa 41P/Tuttle-Giacobini-Kresak em oposição a 4,116 ua.
14: Cometa 293P/Spacewatch em sua máxima proximidade da Terra a 2,555 ua.
15: Cometa P/2000 R2 (LINEAR) em sua máxima proximidade da Terra a 1,099 ua.
16: Cometa 200P/Larsen em sua máxima proximidade da Terra a 2,338 ua.
19: Cometa C/2018 N2 (ASASSN) em oposição a 2,212 ua.
19: Cometa 200P/Larsen em oposição a 2,339 ua.
19: Cometa P/2017 P1 (PANSTARRS) em oposição a 4,786 ua.
20: Cometa 354P/LINEAR em oposição a 1,159 ua.
20: Cometa C/2018 N2 (ASASSN) em sua máxima proximidade da Terra a 2,212 ua.
20: Cometa P/2007 B1 (Christensen) em oposição a 3,254 ua.
22: Cometa P/2013 A2 (Scotti) em sua máxima proximidade da Terra a 2,884 ua.
23: Cometa P/2010 B2 (WISE) em oposição a 2,393 ua.
24: Cometa 354P/LINEAR em sua máxima proximidade da Terra a 1,156 ua.
24: Cometa 77P/Longmore em oposição a 3,911 ua.
24: Cometa P/2009 SK280 (Spacewatch-Hill) no periélio a 4,209 ua.
25: Cometa C/2019 D1 (Flewelling) em oposição a 1,727 ua.
26: Cometa 383P/Christensen no periélio a 1,419 ua.
26: Cometa 76P/West-Kohoutek-Ikemura no periélio a 1,605 ua.
28: Cometa P/2018 L1 (PANSTARRS) em oposição a 2,254 ua.
29: Cometa P/2004 WR9 (LINEAR) em oposição a 1,490 ua.

26 de set de 2019

SUSPENSÃO E CONTINUIDADE DE NOSSOS SERVIÇOS E PUBLICAÇÕES



Comunicado importante:

Diante da enorme demanda da coordenação mundial de eventos do Asteroid Day seremos obrigados a suspender alguns de nosso serviços e publicações. A partir de 01/10/2019 continuaremos em modo lento até a suspensão total, em dezembro de 2019, das seguintes publicações:

- ALERTAS sobre eventos celestes e efemérides;
- DIVULGAÇÃO GRATUITA DE EVENTOS ASTRONÔMICOS (https://www.facebook.com/AstronomiaGaeA/) (http://gaea-astronomia.blogspot.com/)
- PLACENTA DE PIOLHO (humor)
- PROGRAME-SE (próximos eventos e mobilizações astronômicas);
- PRÓXIMOS ENCONTROS DE ASTRONOMIA (quadro geral de todos os congressos e eventos similares de Astronomia em território nacional);


Serviços em continuidade:
- O Prêmio Quíron de Astronomia (https://gaea-quiron.blogspot.com/) continua normalmente. As avaliações e premiações estão programadas para 2020.

- Censo Brasileiro de Instituições Astronômicas: a previsão de publicação da 2a edição do Censo Brasileiro de Instituições Astronômicas terá que ser adiada para 2021. A edição anterior pode ser conferida aqui (http://gaea-astronomia.blogspot.com/2018/05/censo-brasileiro-de-instituicoes_30.html).

- O apoio ao 22o. Encontro Nacional de Astronomia (22o ENAST), a ser realizado na cidade de Sobral/CE de 14 a 16/11/2019 será continuado em um ritmo menor.

- Parcerias, já suspensas desde o início de 2019 por causa do Prêmio Quíron de Astronomia, continuarão suspensas em 2020.

- Apoios em congressos, seminários e eventos similares de Astronomia somente com contrato, cuja vigência será para 2020.

Agradecemos a compreensão.
GaeA - Grupo de Apoio em Eventos Astronômicos

17 de set de 2019

Chegada da Primavera convida à observação do Sol


O professor Paulo Bretones, da UFSCar, diz que esse é um bom momento para atividades com relógios solares nas escolas. Acesse áudio AQUI

4 de set de 2019

Observatório Didático de Astronomia da Unesp faz evento em comemoração ao Ano Internacional da Tabela Periódica!


Em 2017, a UNESCO definiu em Reunião Plenária que 2019 seria o Ano Internacional da Tabela Periódica (IYPT 2019 - sigla em inglês) por dois grandes motivos. Em primeiro lugar, o evento lembra de um grande feito que aconteceu em 1869, quando o cientista russo Dmitri Mendeleev descobriu o Sistema Periódico ao começar a organizar os elementos químicos em cartões de acordo com suas massas e propriedades. Além disso, o IYTP comemora 150 anos do estabelecimento da Tabela Periódica dos Elementos, em busca de ajudar a reconhecê-la como uma das maiores e mais importantes conquistas da ciência moderna.

O evento tem o intuito de promover em todas as partes do mundo reflexões sobre como esse avanço reflete também as essências de outras ciências puras, como a Física e Biologia.

É uma oportunidade perfeita para refletirmos sobre história, tendências e perspectivas mundiais sobre ciência, o papel das mulheres na pesquisa científica e os impactos da Química no desenvolvimento sustentável.

O Observatório se comprometeu a ajudar nisso, e, no nosso caso, vamos ver como a Química pode ser usada para explicar o Universo que habitamos. Então, no próximo sábado (07) o tema do atendimento público será sobre a Química do Universo!

As palestras serão ministradas por duas monitoras da área de Química. Além disso, as demais atividades com vários telescópios, oficina infantil, reconhecimento do céu, binóculo na Cúpula e divulgação das lembrancinhas do Observatório (“lojinha”) serão realizadas.

O evento, como sempre, é gratuito e dispensa inscrição prévia. Esperamos todos vocês das 19:00 às 22:00 para comemorarmos juntos a Química, que nos beneficia mais do que imaginamos!

Data: 07/09/2019
Horário: 19:00 às 22:00
Local: Observatório Didático de Astronomia "Lionel José Andriatto": Estrada Municipal José Sandrin - Chácaras Bauruenses.

Acompanhe as Redes Sociais do Observatório para mais informações: facebook.com/obsbauru | @obsbauru

Contato: obsbauru@gmail.com | (14) 99124-9044 | (14) 3103-6039

3 de set de 2019

Asteroides e objetos similares em setembro de 2019

01: Asteroide Apolo 1620 Geographos em sua máxima proximidade da Terra a 0,137 u.a.
01: Asteroide 3623 Chaplin em sua máxima proximidade da Terra a 1,614 u.a.
01: Objeto do Cinturão de Kuiper 408706 (2004 NT33) em oposição a 38,417 u.a.
02: Asteroide Apolo 2019 QA5 em passagem muito próxima da Terra a 0,015 u.a.
02: Asteroide Apolo 2019 QX1 em passagem muito próxima da Terra a 0,048 u.a.
02: Asteroide 4122 Ferrari em sua máxima proximidade da Terra a 1,668 u.a.
02: Asteroide 243 Ida em sua máxima proximidade da Terra a 1,867 u.a.
02: Asteroide 1541 Estonia em sua máxima proximidade da Terra a 1,919 u.a.
02: Asteroide 499 Venusia em sua máxima proximidade da Terra a 2,916 u.a.
02: Objeto do Cinturão de Kuiper 2003 QX113 em oposição a 59,246 u.a.
03: Asteroide Apolo 2018 DE1 em passagem muito próxima da Terra a 0,033 u.a.
03: Asteroide Apolo 2019 OF2 em passagem muito próxima da Terra a 0,046 u.a.
03: Asteroide Apolo 137052 Tjelvar em sua máxima proximidade da Terra a 0,671 u.a.
03: Asteroide 96192 Calgary em sua máxima proximidade da Terra a 0,998 u.a.
03: Asteroide 49272 Bryce Canyon em sua máxima proximidade da Terra a 1,493 u.a.
03: Objeto Centauro 7066 Nessus em oposição a 27,851 u.a.
03: Objeto do Cinturão de Kuiper 307982 (2004 PG115) em oposição a 37,694 u.a.
04: Asteroide Apolo 2019 QX3 em passagem muito próxima da Terra a 0,029 u.a.
04: Asteroide Aten 2006 SE6 em passagem muito próxima da Terra a 0,072 u.a.
04: Asteroide 1831 Nicholson em sua máxima proximidade da Terra a 1,207 u.a.
04: Asteroide 472 Roma em sua máxima proximidade da Terra a 1,504 u.a.
04: Asteroide 232 Russia em sua máxima proximidade da Terra a 1,859 u.a.
04: Troiano de Júpiter 3063 Makhaon em oposição a 4,483 u.a.
04: Plutino 175113 (2004 PF115) em oposição a 40,585 u.a.
04: Objeto do Cinturão de Kuiper 120178 (2003 OP32) em oposição a 41,470 u.a.
05: Asteroide Apolo 2019 QE1 em passagem muito próxima da Terra a 0,034 u.a.
05: Asteroide 4134 Schutz em sua máxima proximidade da Terra a 1,528 u.a.
05: Asteroide 1578 Kirkwood em sua máxima proximidade da Terra a 2,850 u.a.
06: Objeto Hiperbólico A/2019 O4 em sua máxima proximidade da Terra a 3,039 u.a.
06: Asteroide Apolo 465617 (2009 EK1) em passagem muito próxima da Terra a 0,057 u.a.
06: Asteroide Apolo 1566 Icarus em sua máxima proximidade da Terra a 0,439 u.a.
06: Asteroide Apolo 4660 Nereus em sua máxima proximidade da Terra a 0,781 u.a.
07: Asteroide Apolo 2016 LT1 em passagem muito próxima da Terra a 0,073 u.a.
07: Asteroide 25930 Spielberg em sua máxima proximidade da Terra a 0,956 u.a.
07: Asteroide 9885 Linux em sua máxima proximidade da Terra a 1,398 u.a.
07: Asteroide 1241 Dysona em sua máxima proximidade da Terra a 2,057 u.a.
07: Asteroide 2421 Nininger em sua máxima proximidade da Terra a 2,115 u.a.
08: Objeto Hiperbólico A/2018 V3 no periélio a 1,340 u.a.
08: Asteroide Amor 2019 QZ em passagem muito próxima da Terra a 0,040 u.a.
08: Asteroide 17024 Costello em sua máxima proximidade da Terra a 1,352 u.a.
08: Asteroide 34901 Mauna Loa em sua máxima proximidade da Terra a 2,253 u.a.
09: Asteroide Apolo 2019 QZ3 em passagem muito próxima da Terra a 0,025 u.a.
09: Asteroide 4659 Roddenberry em sua máxima proximidade da Terra a 0,936 u.a.
09: Asteroide Atira 2015 ME131 em sua máxima proximidade da Terra a 1,268 u.a.
09: Asteroide Apolo 2008 HU4 em sua máxima proximidade da Terra a 1,692 u.a.
09: Asteroide 10866 Peru em sua máxima proximidade da Terra a 1,715 u.a.
09: Objeto do Cinturão de Kuiper 145452 (2005 RN43) em oposição a 39,613 u.a.
10: Asteroide Apolo 2019 QY4 em passagem muito próxima da Terra a 0,006 u.a.
10: Asteroide Aten 367943 Duende em sua máxima proximidade da Terra a 0,190 u.a.
10: Asteroide 3948 Bohr mem sua máxima proximidade da Terra a 0,892 u.a.
10: Asteroide 4099 Wiggins em sua máxima proximidade da Terra a 1,565 u.a.
10: Asteroide 1213 Algeria em sua máxima proximidade da Terra a 1,824 u.a.
10: Objeto do Cinturão de Kuiper 2010 RF43 em oposição a 52,927 u.a.
11: Asteroide 3780 Maury em sua máxima proximidade da Terra a 1,700 u.a.
11: Troiano de Júpiter 624 Hektor em oposição a 4,376 u.a.
12: Asteroide 9249 Yen em sua máxima proximidade da Terra a 1,259 u.a.
12: Asteroide 9995 Alouette em sua máxima proximidade da Terra a 1,618 u.a.
12: Asteroide 70715 Allancheuvront em sua máxima proximidade da Terra a 1,634 u.a.
12: Asteroide 4808 Ballaero em sua máxima proximidade da Terra a 1,653 u.a.
13: Asteroide Apolo 2013 CV83 em passagem muito próxima da Terra a 0,041 u.a.
13: Asteroide 19155 Lifeson em sua máxima proximidade da Terra a 1,066 u.a.
14: Asteroide Amor 467317 (2000 QW7) em passagem muito próxima da Terra a 0,036 u.a.
14: Asteroide Apolo 504800 (2010 CO1) em passagem muito próxima da Terra a 0,036 u.a.
14: Asteroide 11335 Santiago em sua máxima proximidade da Terra a 1,660 u.a.
14: Troiano de Júpiter 1583 Antilochus em oposição a 4,089 u.a.
15: Asteroide Apolo 2019 JF1 em passagem muito próxima da Terra a 0,029 u.a.
15: Asteroide 42998 Malinafrank em sua máxima proximidade da Terra a 1,872 u.a.
15: Asteroide 1268 Libya em sua máxima proximidade da Terra a 3,142 u.a.
16: Asteroide Apolo 2018 FU1 em passagem muito próxima da Terra a 0,047 u.a.
16: Asteroide 337044 Bobdylan em sua máxima proximidade da Terra a 1,547 u.a.
16: Asteroide Apolo 25143 Itokawa em sua máxima proximidade da Terra a 1,333 u.a.
18: Asteroide 26732 Damianpeach em sua máxima proximidade da Terra a 1,082 u.a.
18: Asteroide 6312 Robheinlein em sua máxima proximidade da Terra a 1,163 u.a.
18: Asteroide 443 Photographica em sua máxima proximidade da Terra a 1,299 u.a.
18: Asteroide 8925 Boattini em sua máxima proximidade da Terra a 1,343 u.a.
19: Asteroide 6827 Wombat em sua máxima proximidade da Terra a 1,516 u.a.
19: Asteroide 42981 Jenniskens em sua máxima proximidade da Terra a 1,718 u.a.
20: Asteroide Aten 297418 (2000 SP43) em passagem muito próxima da Terra a 0,068 u.a.
20: Asteroide Aten 2015 SD em passagem muito próxima da Terra a 0,081 u.a.
21: Asteroide Apolo 2017 SL16 em passagem muito próxima da Terra a 0,020 u.a.
21: Asteroide 5441 Andymurray em sua máxima proximidade da Terra a 2,055 u.a.
22: Asteroide Apolo 2019 QZ1 em passagem muito próxima da Terra a 0,032 u.a.
22: Asteroide Aten 2100 Ra-Shalom em sua máxima proximidade da Terra a 0,180 u.a.
22: Asteroide Apolo 6063 Jason em sua máxima proximidade da Terra a 2,266 u.a.
22: Asteroide Apolo 306367 Nut em sua máxima proximidade da Terra a 2,439 u.a.
23: Asteroide Aten 2007 TQ24 em passagem muito próxima da Terra a 0,062 u.a.
23: Asteroide 21 Lutetia em sua máxima proximidade da Terra a 1,083 u.a.
23: Asteroide 4047 Chang’E em sua máxima proximidade da Terra a 1,103 u.a.
23: Asteroide 3018 Godiva em sua máxima proximidade da Terra a 1,120 u.a.
23: Asteroide Apolo 5731 Zeus em sua máxima proximidade da Terra a 1,410 u.a.
23: Asteroide 6336 Dodo em sua máxima proximidade da Terra a 1,253 u.a.
23: Asteroide 4221 Picasso em sua máxima proximidade da Terra a 1,834 u.a.
23: Troiano de Júpiter 1437 Diomedes em oposição a 4,205 u.a.
24: Asteroide Apolo 523934 (1998 FF14) em passagem muito próxima da Terra a 0,028 u.a.
24: Asteroide 6123 Aristoteles em sua máxima proximidade da Terra a 1,182 u.a.
24: Asteroide 4017 Disneya em sua máxima proximidade da Terra a 1,338 u.a.
24: Asteroide 4372 Quincy em sua máxima proximidade da Terra a 1,609 u.a.
24: Asteroide 274860 Emilylakdawalla em sua máxima proximidade da Terra a 2,096 u.a.
25: Asteroide 9533 Aleksejleonov em sua máxima proximidade da Terra a 1,296 u.a.
25: Asteroide 2315 Czechoslovakia em sua máxima proximidade da Terra a 1,770 u.a.
25: Asteroide 79896 Billhaley em sua máxima proximidade da Terra a 1,968 u.a.
25: Objeto do Cinturão de Kuiper 523639 (2010 RE64) em oposição a 50,510 u.a.
26: Asteroide Aten 2017 KP27 em passagem muito próxima da Terra a 0,016 u.a.
26: Asteroide Apolo 2019 QY3 em passagem muito próxima da Terra a 0,036 u.a.
26: Asteroide 4535 Adamcarolla em sua máxima proximidade da Terra a 2,044 u.a.
26: Asteroide 5249 Giza em sua máxima proximidade da Terra a 2,623 u.a.
27: Asteroide Apolo 2006 QV89 em passagem muito próxima da Terra a 0,046 u.a.
27: Asteroide 5905 Johnson em sua máxima proximidade da Terra a 0,940 u.a.
27: Asteroide 24102 Jacquecassini em sua máxima proximidade da Terra a 1,267 u.a.
27: Asteroide 17656 Hayabusa em sua máxima proximidade da Terra a 1,661 u.a.
27: Objeto do Cinturão de Kuiper 120347 Salacia em oposição a 43,975 u.a.
28: Asteroide Amor 354030 (2001 RB18) em passagem muito próxima da Terra a 0,093 u.a.
28: Asteroide 391257 Wilwheaton em sua máxima proximidade da Terra a 1,210 u.a.
28: Asteroide 2712 Keaton em sua máxima proximidade da Terra a 1,220 u.a.
28: Asteroide 30444 Shemp em sua máxima proximidade da Terra a 1,351 u.a.
28: Asteroide 2829 Bobhope em sua máxima proximidade da Terra a 1,818 u.a.
28: Asteroide Binário Apolo 2017 YE5 em sua máxima proximidade da Terra a 3,229 u.a.
29: Asteroide 2118 Flagstaff em sua máxima proximidade da Terra a 1,280 u.a.
29: Asteroide 2511 Patterson em sua máxima proximidade da Terra a 1,307 u.a.
29: Asteroide 10189 Normanrockwell em sua máxima proximidade da Terra a 1,444 u.a.
29: Asteroide 16035 Sasandford em sua máxima proximidade da Terra a 1,724 u.a.
29: Asteroide 7367 Giotto em sua máxima proximidade da Terra a 2,587 u.a.
29: Asteroide 9767 Midsomer Norton em sua máxima proximidade da Terra a 4,228 u.a.