15 de jun de 2018

Luau Astronômico de Inverno - Franca/SP


14 de jun de 2018

GEA - Palestra "Leonardo Da Vinci" - Florianópolis/SC


O Grupo de Estudos de Astronomia do Planetário da UFSC, tem o prazer de lhe convidar para a palestra intitulada: "Leonardo Da Vinci ". No "esquenta palestra" com início as 20h:00, serão apresentadas as notícias de astronomia e ciências afins, que foram destaques durante a semana.

Palestrante(s): Julio Cezar Fernandez
Data: 15 de junho de 2018 - Sexta feira
Local: Anfiteatro do Planetário
Endereço: Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Campus Universitário, Trindade, SC.
Horário: 20:00h
Entrada Franca

Mais informações (48) 3721.4133 ou geraldomattos@hotmail.com

Traga sua família, traga seus amigos!
http://www.gea.org.br/programacao.html

Palestra "Mudanças Climáticas, o que conhecemos do clima da Terra?"- Belo Horizonte/MG


12 de jun de 2018

Observação astronômica em Varginha/MG


Mensageiro Sideral - Júpiter tem relâmpagos iguais aos da Terra

11 de jun de 2018

Astronomia Ao Vivo - Hangout de domingo (11/06/18)

Videocast "Céu da Semana" - 11 a 17 de junho de 2018

Inverno 2018 começa oficialmente no dia 21 de junho - Observatório Nacional explica o que acontece nas mudanças de estações

(Target) Neste ano, o Inverno começa oficialmente no próximo dia 21 de junho, às 7h07, horário de Brasília, quando ocorre o Solstício de Inverno e termina no dia 22 de setembro, quando acontece o Equinócio da Primavera, no Hemisfério Sul.

“As diferentes estações do ano ocorrem por causa da inclinação do eixo da Terra em relação ao plano de sua órbita em torno do Sol. Por causa disso, quando é Verão no Hemisfério Sul os raios solares incidem de forma perpendicular ao Trópico de Capricórnio”, diz Josina Nascimento, da Coordenação de Astronomia e Astrofísica do Observatório Nacional (ON). (veja a fig.1). Nessa mesma época é Inverno no Hemisfério Norte.



Fig. 1: Os raios solares incidem perpendicularmente ao Trópico de Capricórnio e é Verão no Hemisfério Sul. (Fonte: Astronomia e Astrofísica: Maria de F. Saraiva e Kepler de Oliveira)

Inversamente, quando é Inverno no Hemisfério Sul os raios solares incidem de forma perpendicular ao Trópico de Câncer e é Verão no Hemisfério Norte. (veja a fig.2 ):



Fig. 2: Os raios solares incidem perpendicularmente ao Trópico de Câncer e é Inverno no Hemisfério Sul. (Fonte: Astronomia e Astrofísica: Maria de F. Saraiva e Kepler de Oliveira)

No Inverno, além das temperaturas mais baixas, notamos que as noites são mais longas e os dias são menores. À medida que a Primavera se aproxima, o comprimento dos dias vai aumentado até que no equinócio as noites e os dias tem a mesma duração. O comprimento dos dias aumenta até o solstício de Verão e depois torna a diminuir até ficar igual ao da noite no equinócio de Outono.

O horário do início das estações varia a cada ano. De acordo com Josina, essa diferença se deve ao período de translação da Terra – aproximadamente 365 dias e 6 horas, ou precisamente 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46,08 segundos. A cada quatro anos, ocorre o ano bissexto, com 366 dias para compensar essa defasagem.