30 de out de 2015

A Luz que vem do Cosmos é o tema da Semana de Astronomia do MAST

Durante os seis dias de evento, o Museu de Astronomia oferece várias atividades gratuitas de divulgação da ciência para todos os públicos e todas as idades.



O Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) preparou uma programação especial
para a XXIII Semana de Astronomia (SEMA) que acontece de 03 a 08 de novembro no
Bairro Imperial de São Cristóvão. Haverá observação telescópica noturna do céu;
observação do Sol; visitas orientadas pelo campus do MAST; sessões de planetário;
oficina de Espectroscopia; demonstração sobre a Teoria da Relatividade Geral; e
palestra sobre a natureza da luz nas observações astronômicas.

Com o tema “A Luz que vem do Cosmos”, a Semana de Astronomia oferece, aos
visitantes do MAST, atividades que visam explicar como a luz é usada para estudar o
universo, aumentar a conscientização humana para o problema da poluição luminosa e
celebrar o centenário da publicação da Teoria Geral da Relatividade Geral de Einstein.
Durante a semana, de terça a sexta-feira, o público escolar tem a oportunidade de
conhecer o maior conjunto arquitetônico do Brasil na área de astronomia. Durante a
visita pelos 40 mil m² do campus, um mediador revela a história dos grandes
instrumentos instalados no MAST e ensina sobre o desenvolvimento da astronomia no
Brasil. Em dias chuvosos, a atividade é substituída por uma visita mediada à exposição
“As Estações do ano, a Terra em movimento”.

O Programa de Observação do Céu (POC), que acontece na quarta-feira (04) e no
sábado (07), tem início a partir das 18h30 com a palestra Céu do Mês, onde o público
fica sabendo o que pode ser observado no céu e um pouco sobre o problema da
poluição luminosa nas cidades. No sábado, haverá a participação do Grupo de
Astronomia do Espaço Ciência Viva, NGC-51.

Nesta semana, estão visíveis no céu do Rio de Janeiro, o planeta Saturno e
aglomerados de estrelas como o da Borboleta (M6) e de Ptolomeu (M7). Será possível
observar também a passagem de satélites artificiais e identificar algumas constelações.
No POC, são utilizados diversos equipamentos, como: a centenária Luneta Equatorial
Heyde de 21 cm e um telescópio refletor Celestron de 8 polegadas de abertura.

De terça a domingo, haverá observação do Sol. O MAST possui telescópios e filtros
para a observação do Sol de forma segura. Nele vemos o Sol com um aspecto
alaranjado e podemos observar as manchas solares, observadas pela primeira vez com
uma luneta por Galileu Galilei, no século XVI. Estas manchas são regiões do Sol mais
frias que aquelas de seu entorno.

No fim de semana, haverá sessões do Planetário Inflável Digital. Em uma cúpula, são
projetadas imagens do céu noturno onde o espectador poderá observar e entender os
movimentos dos planetas e o movimento aparente das estrelas. As sessões são
conduzidas por um mediador do MAST. Faça chuva ou faça sol, no interior do
planetário o céu está sempre limpo.

Apesar de ser impossível viajar até as estrelas, os astrônomos podem estudar a sua luz
e obter valiosas informações. Na oficina “Qual a cor da luz?”, será apresentada a
técnica que revolucionou a astronomia: a espectroscopia. O público ainda aprenderá a
fazer um modelo de um espectroscópio, um instrumento capaz de separar a luz em
suas diferentes cores. Logo após, haverá uma visita no “Espaço Espectroscopia” que
mostra os aspectos históricos dessa técnica através dos vários instrumentos que fazem
parte da coleção do MAST. A atividade acontece no sábado (07) às 16h.

Na palestra “Da luz à luz: A natureza da luz através das observações astronômicas”, o
palestrante Dr. Ulisses Barres de Almeida (CBPF) irá falar sobre a astrofísica moderna
que tem nos levado aos extremos do Cosmos, a ambientes onde testemunhamos
processos que estão muito além de nossa experiência quotidiana. Falará também de
observações e experimentos astrofísicos que nos permitem indagar sobre a própria
natureza da luz. A palestra acontece no sábado (07), às 17h.

Com a observação do fenômeno de lentes gravitacionais durante o eclipse solar em 29
de maio de 1919, foi possível a confirmação da Teoria da Relatividade Geral de Albert
Einstein, proposta em 1915. Na oficina “Lentes Gravitacionais são Legais!”, que
acontece no domingo (08), às 16h, será celebrado o centenário da descoberta de
Einstein com uma palestra introdutória sobre o tema e o público vai aprender a dobrar
um feixe de luz usando um aparato que simula uma lente gravitacional.

As atividades da XXIII Semana de Astronomia darão continuidade às comemorações do
Ano Internacional da Luz 2015 (AIL2015) no Brasil - iniciativa que busca ressaltar a
todos a importância da luz e das tecnologias ópticas em suas vidas, para seu futuro e
desenvolvimento da sociedade. A Semana, que foi organizada pela Coordenação de
Educação em Ciências (CED) do MAST, está cadastrada como evento oficial do AIL2015.


A Semana de Astronomia do MAST
A Semana de Astronomia do MAST é um evento anual de popularização da ciência que
teve sua primeira edição em 1993 com o objetivo de discutir temas básicos de
astronomia e apresentar as mais recentes descobertas na área, bem como explorar as
diferentes formas de divulgação científica nesse campo, aproximando a ciência de
cidadãos. Em todas as suas edições, procurou dirigir suas atividades a um público
amplo composto por crianças, jovens e adultos.

As Semanas de Astronomia se estruturam em torno das seguintes atividades:
palestras, oficinas, dirigidas ou para o público jovem e adulto, ou para o público
infantil, observação do céu e, eventualmente, projeções de filmes e vídeos, e minicursos.
Desde 2002, o evento passou a ser temático, direcionando a maioria de suas
oficinas e palestras a um tópico escolhido pelos membros da coordenação de
educação em ciências. Alguns dos temas já desenvolvidos foram: A Astronomia na
Obra de Monteiro Lobato (2002), Astronomia e Arte (2005), Vida no Universo (2007),
Química na Astronomia (2011), Um Grande Salto para a Humanidade (2014).

SERVIÇO
Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST)
Rua General Bruce, 586, Bairro Imperial de São Cristóvão – Rio de Janeiro (RJ)
(21) 3514-5200
www.mast.br
https://www.facebook.com/museuastronomia

Programação do MAST.

Programação da XXIII Semana de Astronomia do MAST
Terça a Sexta-feira, 03 a 06 de novembro
09h30 às 12h | das 14h às 17h
Observação do Sol
Local: Em frente ao prédio do MAST
09h30 e 14h
Visitas orientadas pelo campus do MAST (Atividade direcionada a grupos escolares)
Local: Em frente ao prédio sede

Quarta-feira, 04 de novembro
18h30 às 21h
Programa de Observação do Céu
Locais: Auditório do Prédio Sede e Pavilhão das Lunetas

Sábado, 07 de novembro
14h às 17h
Observação do Sol
Local: Em frente ao prédio do MAST
16h
Oficina | Qual é a cor da luz?
Local: Sala de Atividades do Prédio Sede e Espaço Espectroscopia
17h
Palestra | Da luz à luz: A natureza da luz através das observações astronômicas.
Palestrante: Dr. Ulisses Barres de Almeida (CBPF)
Local: Auditório do Prédio Sede
18h30 às 21h
Programa de Observação do Céu
Locais: Auditório do Prédio Sede e Pavilhão das Lunetas

Domingo, 08 de novembro
14h às 17h
Observação do Sol
Local: Em frente ao prédio do MAST
16h
Oficina | Lentes Gravitacionais são Legais!
Local: Auditório do Prédio Sede

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente