7 de out de 2015

Entidade ensina a construir telescópio

Em um observatório montado no 11º andar do colégio Santo Agostinho, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, o Ceamig ensina as pessoas a construir seus próprios telescópios

(O Tempo) Não somente os astrônomos profissionais têm espaço para atuar em Minas Gerais. O Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais (Ceamig), que há 61 anos agrega pessoas apaixonadas pelos astros, também possibilita aos amadores a chance de um contato mais próximo com o céu.

Em um observatório montado no 11º andar do colégio Santo Agostinho, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, o Ceamig ensina as pessoas a construir seus próprios telescópios. As aulas, gratuitas, acontecem todos os sábados e são abertas à comunidade. A fabricação de cada instrumento custa cerca de R$ 300 e deve ser bancada pelo aluno. “Estamos fazendo muito mais trabalho científico do que os astrônomos profissionais”, diz Marcelo Macedo, presidente da Ceamig.

Sem fins lucrativos, a entidade promove debates, workshops e palestras, além de manter dois observatórios – um no colégio e outro na serra da Piedade, em Caeté, na região metropolitana da capital. “Visitamos escolas para passar ensinamentos sobre astronomia e também recebemos visitação de colégios”, explica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente