1 de out de 2015

Perdeu as superluas? Ainda vai ter mais outra oportunidade

Agosto, setembro e outubro formam uma sequência de três luas cheias na altura do perigeu - quando a Lua está mais perto da Terra. Aproveite as noites para ver também outros astros no céu.



(Observador - Portugal) O eclipse já passou – o último de uma série de quatro –, as superluas ainda temos mais uma este ano, no dia 27 de outubro. A sequência de três superluas não é um fenómeno muito raro, mas ainda assim é digno de nota. Por isso, aproveite para ver nascer a Lua cheia no céu às 18h03 (hora de Lisboa) e deixe-se fascinar não só pelo facto de ser uma superlua, como pela ilusão de que a Lua é maior quando está perto do horizonte – mas é mesmo só uma ilusão.

Quando a Lua cheia coincide (ou quase) com o momento em que a Lua está mais perto da Terra durante a sua órbita (perigeu), temos uma superlua. Em outubro, a Lua cheia ocorre às 12h06 (hora de Lisboa) de dia 27 e o perigeu quase um dia antes, às 13h01 de dia 26, refere o Observatório Astronómico da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (OAL). Setembro ganhou na espectacularidade do fenómeno porque o perigeu aconteceu com 66 minutos de diferença da Lua cheia, porque foi o perigeu mais curto do ano e, claro, porque a isto se juntou um eclipse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente