6 de nov de 2015

Planetas e a Lua fazem bela conjunção no céu


Os dias 6 e 7 de novembro vão revelar um instigante fenômeno astronômico de madrugada. Os planetas Júpiter, Marte e Vênus e a Lua estarão bem próximos produzindo um belo cenário ainda noturno para os observadores de plantão.

Segundo Jair Barroso, astrônomo do Observatório Nacional e colaborador da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), o evento com os astros irá acontecer no lado nascente (onde nasce o Sol). “Será o resultado da curiosa combinação dos movimentos desses astros vistos da Terra”.

Barroso diz que essa perspectiva coloca a Lua, a caminho da fase nova, com o aspecto de uma grande “unha” brilhante no céu. O astrônomo informa ainda que, se não houver nuvens e a atmosfera não apresentar poluição, será possível ver o resto de seu disco. “Porém, sua tonalidade será acinzentada (chamada astronomicamente luz cinzenta) devido à reflexão da luz do Sol pela Terra na direção do satélite”.

No dia 6, logo abaixo da Lua, será possível ver o planeta Júpiter, o maior do sistema solar. Um pouco mais afastados na direção do horizonte, estarão Marte, num tom pálido, nas proximidades de Vênus.

Barroso explica que a ilusão perspectiva de proximidade é grande, pois ela é apenas angular. Ainda que a Lua seja o astro mais próximo de nós nessa conjunção, parecerá perto de Marte e Vênus no dia 7. “Depois, já muito depois em distância real, vem Vênus. Júpiter será o mais afastado de todos nessa ocasião”.

- O fenômeno poderá ser visto antes de clarear o dia, no lado nascente, em todo o Brasil. É preciso ter um horizonte sem obstáculos para ver bem a bela conjunção - conclui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente