4 de dez de 2015

Natal mágico. Dezembro traz três chuvas de estrelas

Agasalhe-se bem e leia aqui como aproveitar as noites longas para olhar para o céu



(DN - Portugal) Em dezembro, os céus do hemisfério Norte vão ser palco de três períodos de chuva de meteoros. Nas noites frias, à medida que se aproxima o princípio do inverno, podem aproveitar-se ocasiões de céu limpo, estando longe da poluição luminosa das grandes cidades, para observar estas chuvas de estrelas. Leia aqui quando e onde as procurar.

Táuridas do Norte
Esta chuva de estrelas começou já em novembro e prolonga-se ainda até ao dia 10 de dezembro. O Observatório Astronómico de Lisboa destaca no seu guia para o céu noturno este mês que no pico das Táuridas do Norte registavam-se só 5 meteoros por hora, a uma velocidade lenta. No entanto, lê-se no guia que pode ser consultado aqui na íntegra, esta chuva de estrelas traz frequentemente "bolas de fogo", ou "bólides".

As Táuridas do Norte têm a sua origem, como o nome indica, a norte da constelação de Touro, sendo nessa direção que se devem procurar as "estrelas cadentes" - que são, na verdade, meteoros que resultam de resíduos da passagem do cometa 2P/Encke a incinerar-se quando entram na atmosfera terrestre. A chuva de estrelas começou no dia 20 de outubro e só termina no dia 10.

Gemínidas
As Gemínidas darão um "belo espetáculo" entre 4 e 17 de dezembro, quando a órbita terrestre leva o planeta a atravessar o trajeto do Asteroide Faetonte. As estrelas cadentes das Gemínidas parecem sair da zona da constelação Gémeos, no céu.

O pico desta chuva de estrelas é no dia 14 de dezembro pelas 18 horas. A lua, que terá estado em fase de Lua Nova apenas três dias antes, não deverá dificultar a observação da chuva de estrelas, em que se registarão, no seu pico, cerca de 120 meteoros por hora.

Úrsidas
Mesmo antes do Natal, uma terceira chuva de estrelas vai pintar os céus noturnos de dezembro. As Úrsidas não são muito intensas, com cerca de 10 meteoros por hora, e o pico vai ser no dia 23 de dezembro, altura em que a luz da Lua poderá tornar difícil ver os rastos das estrelas cadentes. Podem procurar-se as estrelas olhando para o lugar no céu onde estiver a constelação Ursa Menor.

As Úrsidas resultam da passagem da Terra pela órbita do Cometa Tuttle.
----
E mais:
Viewing Guide to the 2015 Geminid Meteor Shower (Universe Today - em inglês)
.
A melhor chuva de meteoros do ano acontece na madrugada desta segunda-feira (14) (Yahoo)
.
Chuva de meteoros renderá diversas estrelas cadentes na madrugada de segunda-feira (DC)
.
Saiba como observar a chuva de meteoros desta noite (Veja)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente