26 de jan de 2016

Coppe inaugura Exploradores do Conhecimento dia 27 de janeiro


(Planeta Coppe) Buscar respostas para os desafios tecnológicos que surgem a cada dia. Superar limites por mais inalcançáveis que eles possam parecer. Ao longo das últimas cinco décadas, essa tem sido a rotina de centenas de professores, pesquisadores e alunos da Coppe/UFRJ. A partir da próxima semana, algumas tecnologias e soluções inovadoras desenvolvidas na instituição nesse período poderão ser apreciadas pelo público. Elas estarão sendo exibidas na exposição Exploradores do Conhecimento, com inauguração marcada para quarta-feira, dia 27 de janeiro. O evento será realizado, às 15 horas, no Espaço Coppe Miguel de Simoni, Centro de Tecnologia, Cidade Universitária.

Por meio de infográficos, multimídias, simuladores, aparatos interativos e ambientes virtuais imersivos, o visitante poderá explorar tecnologias que resultaram em importantes contribuições para a ciência e para a sociedade. São avanços em diferentes segmentos da engenharia que respondem a desafios do passado, do presente e do futuro.

A mostra ocupa cerca de 500 m² e está dividida em dez grandes temas: Arte e Ciência, Tecnologia e Saúde, Fotônica e Nanotecnologia, Matéria (origem do universo), Cidades Sustentáveis, Robótica, Petróleo, Oceanos, Tecnologia e Esportes, Energia e Meio Ambiente. Os temas são apresentados em 15 nichos espalhados ao longo do Espaço Coppe.

Com entrada franca, a exposição está aberta à visitação sempre às terças, quartas e quintas-feiras, das 13h às 16h. A partir do dia 16 de fevereiro serão oferecidas visitas guiadas, para grupos e escolas, conduzidas por um grupo de monitores treinados pelos pesquisadores responsáveis pelos projetos. O agendamento deve ser feito pelo endereço espacocoppe@adc.coppe.ufrj.br ou pelo telefone (21) 3938-8296, no qual poderão ser obtidas mais informações.

Exploradores do Conhecimento faz parte do Projeto Coppe 50 Anos, iniciado em 2013, que conta com o patrocínio da Petrobras, Eletrobras Furnas, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Halliburton, GE, Braskem e Itaipu Binacional.

Idealizada pela Assessoria de Comunicação da Coppe/UFRJ, sob a coordenação da jornalista Dominique Ribeiro, a exposição foi produzida pela empresa MBA Cultural.

Petróleo, mobilidade e sustentabilidade
Um dos temas de pesquisa sobre o qual pesquisadores se concentram desde a década de 1970, o petróleo, é apresentado na mostra com ênfase em projetos offshore. Eles representam milhares de estudos e projetos já desenvolvidos em vários laboratórios da Coppe, em parceria com a Petrobras, que levaram o Brasil à liderança mundial na produção de óleo e gás em águas profundas e que hoje buscam superar os desafios do pré-sal.

Mobilidade e sustentabilidade, temas sobre os quais se debruçam pesquisadores da Coppe, estão representados pelo trem de levitação magnética, o MagLev Cobra, e o Ônibus Híbrido a Hidrogênio. Os dois são produtos desenvolvidos na Coppe, já em fase de testes. Na mesma linha, com objetivo de reduzir o impacto no meio ambiente, a instituição apresenta na exposição as pesquisas voltadas para produção de biodiesel e bioetanol de segunda geração e o Concreto Ecológico, baseado na substituição do cimento por outros materiais menos poluentes.

Mundo nano, biofármacos e big bang
As contribuições da Coppe na área da saúde estão representadas, entre outras, pelas pesquisas com micro e nanopartículas de polímeros, já utilizadas no tratamento contra o câncer e no combate a doenças como a esquistossomose. Também estão expostos dois novos processos para produção de vacinas virais e para aumentar a escala do cultivo de células-tronco. No mesmo nicho, a Coppe exibe tecnologia desenvolvida para produção de biofármacos no Brasil que serão usados no tratamento de câncer, Aids e hemofilia.

Os visitantes da mostra também poderão conhecer um pouco mais sobre a cooperação mantida pela Coppe e o CERN, a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear que desenvolve pesquisas voltadas para descobrir a origem da vida, como a que resultou na descoberta do bóson de Higgs, uma partícula que teria existido 100 trilionésimos de segundo após o big bang. No nicho relacionado ao projeto será possível fazer uma visita ao detector Atlas, desenvolvido com a colaboração de pesquisadores da Coppe. O Atlas é o maior detector de partículas do LHC (Large Hadron Collider), que por sua vez é o maior acelerador de partículas já construído até hoje.

Robótica, fotônica, oceanos, arqueometria e esporte
Temas diversos como oceanos, robótica, fotônica e arqueometria, além das aplicações da tecnologia na área esportiva, também podem ser conferidos na exposição. Na área de oceanos estão expostas iniciativas importantes, como os projetos das usinas de ondas e de recifes artificiais. Também estará exposto o Projeto Azul, um trabalho de observação oceânica inédito no Brasil, que tem por objetivo aumentar o conhecimento sobre o mar brasileiro. Para isso, o trabalho utiliza imagens de satélite e dados coletados por robôs-mergulhadores, boias com GPS e sensores.

Na área da Fotônica serão exibidos trabalhos sobre as diversas aplicações do uso de fibras ópticas, como sua capacidade para transportar luz a enormes distâncias. No campo da Robótica, a exposição vai mostrar trabalhos realizados na Coppe com robôs para observação submarina e para substituir o homem na checagem de equipamentos instalados em refinarias de petróleo e em outras plantas industriais.

A exposição também vai exibir projetos de arqueometria, nos quais a engenharia é utilizada na restauração de esculturas e pinturas valiosas, por meio de uma técnica de fluorescência de raios X desenvolvida nos laboratórios da Coppe. Outro tema importante são as aplicações da tecnologia na área esportiva, como os projetos que dão apoio ao treinamento de remadores e de atletas que praticam corrida. É a contribuição da engenharia biomédica para redução de lesões, para recuperação de atletas machucados e para melhorar a performance deles nas competições.

A mostra é destinada a um público variado e é aberta a todos os interessados. Venha visitar a exposição Exploradores do Conhecimento e participe você também dessa interessante aventura no mundo da engenharia, da ciência e da tecnologia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente