27 de abr de 2016

Cientistas descobrem novo fragmento do meteorito de Chelyabinsk

Cientistas russos descobriram nesta terça-feira (25) outro fragmento do meteorito que caiu em 2013 na região de Chelyabinsk, disse o diretor do Museu de Geologia dos Urais (Ekaterinburgo), Dmitry Kleimenov, à RIA Novosti.


(Sputnik) "Os especialistas do Museu de Geologia, bem como estudantes da Universidade Estatal de Minas dos Urais, fizeram uma expedição à região de Chelyabinsk para tentar achar novos fragmentos do meteorito. Hoje, um estudante da Universidade, Maksim Vorobiev, encontrou um novo fragmento de meteorito. Ele tem uma forma de bala, pesa cerca de 15 gramas e tem um diâmetro de 2,5 centímetros. O pequeno fragmento foi encontrado na aldeia de Baturinskii, perto de Emanzhelinsk", informa a agência.

"Neste lugar os moradores queimaram a grama e foi fácil de procurar, aqui podemos achar pedaços semelhantes com um peso até 20 gramas. Amanhã a expedição vai procurar fragmentos na aldeia de Travniki, onde a expedição espera de encontrar os pedaços maiores", disse o estudante.

Todos os fragmentos encontrados serão estudados pelos cientistas para analisar quais os processos por que passaram na Terra, e depois eles serão transferidos para o Museu de Geologia dos Urais em Ekaterinburgo, disse ele.

Em 15 de fevereiro de 2013 às 9h22 (pelo horário local), o meteorito voou sobre a região de Chelyabinsk à velocidade supersónica. Às 00h20 aconteceu um abalo de 4 graus de magnitude, a 4 quilômetros do centro de Chelyabinsk. Este incidente foi sentido como uma grande explosão. A onda de choque do meteorito, depois nomeado como “Chelyabinsk”, danificou alguns edifícios e quebrou muitas janelas, mais de 1.600 pessoas ficaram feridas.

Cientistas recolheram os fragmentos do corpo celeste. A análise química mostrou se tratar de um condrito da classe LL5, um dos tipos de meteoritos rochosos. A massa do fragmento mais pesado era de 503,3 kg.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente