14 de abr de 2016

Opinião: ‘O espaço deve ser área prioritária para qualquer país’

Às vésperas do 9.º Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica, em 14 e 16 de abril, em Campos, RJ, o físico Marcelo Souza celebra o voo pioneiro de Yuri Gagarin em 12 de abril de 1961 e fala da importância da pesquisa espacial.



(Sputnik Brasil) Em entrevista à Sputnik Brasil, o professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense, em Campos, e presidente do Clube de Astronomia daquela cidade, Marcelo Souza, falou da importância de Yuri Gagarin na História e lembrou que o Encontro Internacional de Astronomia e Astronáutica por ele realizado teve em 2011 a participação dos experientes cosmonautas russos Pavel Vinogradov e Oleg Kotov, além de Marcos Pontes, o único cosmonauta brasileiro.

O físico Marcelo Souza enfatiza a importância do voo pioneiro de Yuri Gagarin na história da conquista do espaço:

“Trata-se de uma grande celebração, porque no dia 12 de abril de 1961 pela primeira vez um ser humano viajou ao espaço, orbitou a Terra, e esse é um marco lembrado até hoje. É um sonho da humanidade, desde civilizações antigas, explorar regiões mais distantes, e aquele lançamento da Vostok foi um momento único para a humanidade. A partir de então nós vimos que é possível viajar para as estrelas, como imaginava Konstantin Tsiolkovsky, viajar para mundos distantes. Ele dizia que a Terra é o berço da humanidade, mas nós não fomos feitos para viver só nesse berço, também podemos desenvolver equipamentos para poder viajar e explorar mundos mais distantes. Este é o marco inicial que mostra que é possível ao ser humano viajar pelo espaço.”

Sobre a importância da pesquisa espacial, o Professor Marcelo Souza diz que “no passado várias pessoas questionavam o porquê de enviar satélites e seres humanos para outros locais – qual a importância disso? Hoje todo o mundo já percebe isso no nosso cotidiano. Com satélites em órbita da Terra podemos monitorar o clima, fazer diversos tipos de medições que são importantes para o dia a dia. As telecomunicações só são possíveis por termos um sistema como temos hoje".

Ele explica que é a partir de um satélite em órbita da Terra que é possível termos uma precisão tão grande de localização, utilizando o GPS que hoje qualquer pessoa pode usar até no celular. Para ele, a vida tem melhorado bastante para muitas pessoas desde que que passou-se a contar e ter capacidade de explorar o espaço e pôr objetos em órbita da Terra com equipamentos científicos.

"É muito importante esse tipo de pesquisa, e à medida que está avançando, com novas perspectivas para o futuro, vai trazer muitas contribuições para nossa vida aqui na Terra. É uma área prioritária para qualquer nação e para a humanidade" – conclui o físico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente