17 de mai de 2016

Acordo com empresa deve garantir instalação de cúpula do planetário


(Folha do Sul) O coordenador do clube Astronomia para Todos, Guilherme Marranghello, deve fechar um novo acordo com a empresa responsável pela instalação da cúpula do planetário da Universidade Federal do Pampa. Isso garantirá a finalização das obras do empreendimento, pela Sistema Engenharia (responsável pela execução). De acordo com o professor, a empresa aceitou um valor abaixo do mercado - o montante complementar deve ser pago após o repasse pendente, pelo CNPq. "Isso deve permitir a instalação imediata do equipamento e começarmos, mesmo que não da forma ideal, a usar o planetário", explicou.

Com o atraso no repasse de recursos federais não foi possível adquirir e instalar a cúpula e, assim, a obra foi suspensa. Acontece que para a Sistema Engenharia finalizar o empreendimento, a instalação da cúpula era imprescindível. Isso porque a instalação elétrica deve ser feita dentro da estrutura (a cúpula, vale explicar, é como um "teclado"). É preciso entender que a Unipampa custeou a execução das obras, enquanto o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico deveria repassar R$ 716 mil - uma contrapartida ao projeto com o qual o professor responsável pelo planetário foi contemplado - para a aquisição dos equipamentos. Inclui-se aí, a cúpula.

As negociações ainda ocorrem, mas o valor necessário, de imediato, é de cerca de R$ 90 mil. Não há perspectivas de quando o CNPq repassará os valores pendentes (R$ 358 mil), mas a comunidade acadêmica está mobilizada para garantir o sucesso do empreendimento. Isso por meio de uma "vaquinha" on-line. A campanha está no site www.vakinha.com.br/planetariodaunipampa. Inclusive, escolas estão engajadas em uma gincana. Marranghello explica que ainda não conta com o valor necessário para a aquisição do equipamento, mas que tal montante ainda deverá ser parcelado. "Porém, tenho certeza de que conseguiremos o apoio, pelo menos, para as parcelas iniciais. Alguns empresários já fecharam apoio à causa", argumentou. Qualquer cidadão pode fazer a doação e a diferença no projeto Astronomia para Todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente