13 de mai de 2016

Brasil participa de escritório para desenvolvimento da astronomia nos países de língua portuguesa

Mast representa o País no órgão criado pela União Astronômica Internacional. Objetivo é incentivar o intercâmbio entre pesquisadores e expandir a rede de observatórios

(JC) A União Astronômica Internacional (IAU) criou um escritório para o desenvolvimento da astronomia nos países de língua portuguesa. O Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast/MCTI) é o representante do Brasil no Portuguese Language Office of Astronomy for Development (PLOAD), inaugurado durante reunião da IAU em Lisboa, entre 5 e 9 de maio. Moçambique, Angola, Portugal, Guiné-Bissau, Timor-Leste, Guiné Equatorial, Macau, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe são os outros países que participam do convênio.

Segundo a astrônoma do Mast Patrícia Spinelli, a iniciativa tem o objetivo de incentivar o intercâmbio entre alunos e profissionais da área, definir currículos para a formação nas escolas e universidades, realizar eventos conjuntos, além de expandir a rede de observatórios.

“O Brasil já possui muitas pesquisas e publicações prontas. Queremos partilhar esse conhecimento e promover uma real troca de experiências entre os participantes. Isso trará benefícios para todas as nações que participam do convênio”, disse a astrônoma.

Na Conferência Inaugural do PLOAD, Brasil, Portugal, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Moçambique assinaram protocolos de cooperação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente