6 de mai de 2016

“Nazista” e “mal-assombrado”, castelo reúne astrônomos no interior do Paraná

Evento em construção histórica é oportunidade para observar no fim de semana planetas, estrelas e galáxias, além de conhecer as lendas que rondam o imóvel



(Gazeta do Povo) No interior do Paraná, um castelo com fama de mal-assombrado e de ter sido esconderijo de nazistas em fuga da Alemanha está mudando a reputação com ajuda de um acampamento astronômico. Envolto em lendas populares, o histórico Castelo Eldorado, em Marilândia do Sul, a 340 km de Curitiba, vai receber um encontro organizado pelo Grupo de Estudo e Divulgação da Astronomia de Londrina (GEDAL) neste sábado (7).O imóvel, construído por um descendente de alemães na época da 2ª Guerra Mundial, está aproximando a comunidade da região da astronomia.

Segundo o presidente do Gedal, Miguel Fernando Moreno, esta é a terceira vez que o grupo promove um acampamento no Castelo Eldorado. A ideia é disponibilizar aos participantes equipamentos, como binóculos e telescópios, para observações desde o anoitecer à manhã do dia seguinte. A página do evento no Facebook, a “3º Acampamento Astronômico do Gedal no Castelo Eldorado”, já tem mais de 1,5 mil interessados e 500 confirmações. “Acreditamos que pelo menos 100 pessoas, deste total, compareçam no dia, considerando que muitos confirmam e não vão. Estamos muito satisfeitos com a procura”, comenta Moreno. No evento passado, foram 60 participantes.

Ele explica que a localidade afastada da área urbana e os mitos que envolvem a construção são uma combinação que tem despertado bastante a curiosidade do público. “Na zona rural, o céu é bem melhor para observar. E nesta noite não haverá lua, o que nos permite ver mais estrelas, observar Júpiter, Saturno, Marte, galáxias e nebulosas”, assinala o presidente do grupo, ao pontuar que o Castelo Eldorado, por si só, já é um atrativo. “Há histórias muito bacanas envolvendo ali e quem participar poderá conhecer o local por dentro junto com os donos”, diz.

A exemplo dos anos anteriores, são esperados no acampamento participantes de todas as idades. “Na verdade, todos gostam de astronomia, mas as crianças não têm vergonha de fazer perguntas. É interessante que muitas pessoas que foram nos primeiros acampamentos hoje cursam Física ou Astrobiologia”, assinala Moreno.

Ainda assim, ele lembra que o principal objetivo de eventos como este não é incentivar, necessariamente, que pessoas sigam estudos na área, mas mostrar que a astronomia é algo interessante e acessível à comunidade. “Queremos que, acima de tudo, as pessoas percebam a importância da ciência para a nossa sociedade”, define.

O professor Maico Zorzan, 34 anos, de Marialva, é um dos que já acompanharam os dois acampamentos anteriores e colocaram a iniciativa em seu calendário pessoal. Para ele, o que mais impressiona nestes eventos é a espontaneidade de quem faz uma observação por telescópio pela primeira vez. “Essa reação espontânea, de alegria, paga qualquer investimento em equipamento, noites frias, umidade. É algo que não dá para descrever, tem que vivenciar”, afirma.

“Posso dizer que cada evento proporciona um aprendizado diferente. Mesmo que sejam os mesmos astros que observamos, sempre há a oportunidade de aprofundar o conhecimento”, sustenta o advogado Fernando Peres, 32, de Londrina, que, junto com a família, também se tornou adepto dos acampamentos astronômicos promovidos pelo Gedal.

Para o acampamento, a organização recomenda levar barraca, agasalho, lanches e bebidas sem álcool. A entrada no local custa R$ 25 e deve ser paga aos donos da propriedade. O evento pode ser cancelado caso esteja chovendo.

Serviço
3º Acampamento Astronômico do Gedal no Castelo Eldorado
Local: Castelo Eldorado, BR-376, km 271, Marilândia do Sul - PR
Horário: a partir das 16 horas
Contato: (43) 9962-9996

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente