22 de jul de 2016

Vídeo da Nasa mostra 1 ano da Terra vista do espaço em 2 minutos; assista

Nasa fez uma nova imagem do nosso planeta a cada duas horas. A agência quer ajudar na precisão de novas previsões meteorológicas.



(G1) Em 20 de julho de 2015, a Nasa divulgou a primeira imagem do lado iluminado da Terra capturada pela câmera do satélite DSCOVR, lançado em parceria com Agência Americana Oceânica e Atmosférica (NOAA). Um ano depois, a agência espacial comemora um ano inteiro de registros do planeta, com a nave localizada a aproximadamente 1 milhão de milhas daqui.

A câmera é equilibrada entre a gravidade do nosso planeta e do sol. Ela faz uma nova imagem a cada duas horas, mostrando como a Terra ficaria aos olhos humanos. A Nasa conseguiu captar o movimento constantes e a mudança das nuvens, os sistemas climáticos e características fixas terrestres, como os desertos, florestas e os diferentes tons de azul dos oceanos.

Com essas imagens, a agência espacial poderá monitorar os níveis de ozônio, o efeito dos aerossóis na atmosfera, a altura das nuvens, as propriedades da vegetação e a refletividade ultravioleta. O principal objetivo é monitorar o planeta para ter mais precisão para alertas e previsões meteorológicas da NOAA.

Lua entre a Terra
Uma câmera na espaçonave DSCOVR também flagrou o movimento da lua enquanto cruzava o lado iluminado da Terra. O vídeo foi gravado por uma CCD - comum entra máquinas compactas - de quatro megapixels, entre as 23h50 do dia 4 de junho e as 3h18 do dia 5 do mesmo mês. É possível ver a lua entre os oceanos Pacífico e Índico.

"Pela segunda vez na vida da DSCOVR, a lua passou entre a espaçonave e a Terra", disse Adam Szabo, cientista da Nasa. "O projeto registrou este evento no dia 5 de julho com a mesma harmonia e resolução espacial, como o primeiro 'photobomb lunar' do ano passado”.

Como disse Szabo, essa foi a segunda vez que o fenômeno foi capturado pela espaçonave em 1 ano - a última vez ocorreu em 16 de julho de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente