18 de out de 2016

Evento no MAST homenageia uma das maiores cientistas da história nacional

Na próxima quarta-feira, dia 19, especialistas apresentam os feitos de Johanna Dobereiner.
Devido aos estudos da agrônoma sobre a soja, País economizou bilhões em adubos e inseticidas nas últimas décadas.



Na próxima quarta-feira, dia 19 de outubro, às 14h30, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) irá realizar um evento em homenagem à Johanna Dobereiner, uma das maiores cientistas da história nacional. Agrônoma de origem tcheca e naturalizada brasileira, ela desenvolveu pesquisas que revolucionaram o cultivo da soja no País. Graças aos estudos, o Brasil possui hoje o menor custo de produção de soja do mundo e economiza cerca de US$ 1,5 bilhão por ano em adubos e inseticidas. O MAST fica na Rua General Bruce, 586, em São Cristovão - RJ. A entrada é gratuita.

Nascida em 1924, Johanna formou-se em Engenharia Agronômica em 1950 pela Escola Superior Técnica de Munique, na Alemanha. A pesquisadora chegou ao Brasil no mesmo ano, a convite do pai, que havia emigrado para o País em 1948. Logo em 1951, foi contratada pelo Instituto de Ecologia e Experimentação Agrícola, atual Centro Nacional de Pesquisa em Agrobiologia da Embrapa, localizado no município de Seropédica, no interior do Rio de Janeiro. Por suas contribuições científicas, ela garantiu um assento na Academia de Ciência do Vaticano e foi uma das indicadas para o Prêmio Nobel de Química em 1997. Consagrada como uma das maiores cientistas do País, morreu no dia 5 de outubro de 2000.

Irão palestrar durante o evento o pesquisador Avílio Franco, que atuou na Embrapa entre 1968 e 2004, o professor Antônio Abboud, do Instituto de Agronomia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFFRJ), e José Ivo Baldani, pesquisador da Embrapa Agrobiologia e professor colaborador da UFFRJ e da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Eles falarão sobre o histórico pessoal e o legado científico deixado por Johanna.

O evento faz parte da programação do MAST na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2016, que acontece de 17 a 23 de outubro. De acordo com as pesquisas de Percepção Pública da Ciência no Brasil, realizada pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos em 2006, 2010 e 2015, boa parte dos brasileiros, apesar de se interessar por ciência, desconhece os cientistas e as instituições científicas nacionais. Como estratégia de popularização, a Semana Nacional de C&T, a partir deste ano, passará a homenagear um cientista brasileiro em cada edição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente