16 de nov de 2016

Mais de 700 acompanham a Super Lua em Bauru





Um dos objetivos do Observatório Didático de Astronomia “Lionel José Andriatto” da UNESP Bauru é a divulgação científica gratuita para o esclarecimento público dos fenômenos astronômicos. Um destes foi a popularmente intitulada “superlua” de 14/11/16, amplamente divulgada pela mídia. Procuramos explicar aos visitantes o significado deste fenômeno e como este ocorre. Os telescópios montados permitiram à comunidade a observação da “superlua” numa ampliação incomum e, enquanto aguardavam na fila, uma projeção de slides automática informava sobre como os movimentos da Lua produzem fenômenos como este.

O atendimento ocorreu ao lado do Observatório Móvel (carreta) montado no campus da UNESP Bauru, próximo à Portaria 2, já que o prédio do Observatório aguarda uma reestruturação. A caixa da água da UNESP serviu de anteparo de projeção para os slides informativos e o estacionamento de terra serviu de campo de montagem dos telescópios. Dentro da carreta, ocorreu uma oficina sobre a Lua para as muitas crianças que estiveram presentes. Um monitor de TV foi montado para as pessoas visualizarem a imagem da Lua captada por uma câmera digital adaptada ao telescópio.

O clima colaborou de modo impressionante, pois o céu se abriu elegantemente após um dia chuvoso. Os membros da equipe do Observatório chegaram ao campus por volta das 18:30 para a montagem do evento no local. Graças à presteza e colaboração de todos os monitores, o atendimento ocorreu conforme planejado, desde às 20:00 até às 00:30, quando a última pessoa da enorme fila observou a Lua pelo telescópio, embora a portaria não permitisse mais a entrada de visitantes desde às 22:00. As expressões e as falas da maioria dos mais de 700 visitantes indicaram que foi recompensador ter esperado tanto tempo na fila.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente