14 de dez de 2016

Programa ‘Luminar: Caravana da Ciência’ atendeu 16 mil pessoas em 22 municípios


(Governo do Maranhão) Dezesseis mil pessoas de 22 municípios maranhenses participaram das oficinas de astronomia, eletricidade básica, games e robótica e de apresentações do ‘Planetário’, levadas ao interior maranhense pelo programa ‘Luminar: Caravana da Ciência’. O programa, iniciado em agosto deste ano, é uma iniciativa inédita do Governo do Estado, colocado em prática pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), com o objetivo de popularizar a ciência e estimular a introdução desse conhecimento científico em todas as disciplinas. O balanço do programa foi apresentado nesta terça-feira (13) pelo secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, durante coletiva de impressa realizada na sede da secretaria.

“Esse é um programa extremamente importante porque nós temos um déficit muito grande de ensino de ciência no Maranhão, as últimas avaliações demostram isso. É uma resposta do governo e um dos caminhos que o governo encontrou para minorar e enfrentar esse problema”, observou o secretário, anunciando que para 2017 a meta é ampliá-lo para mais cidades do interior. “Iremos dobrar o número de municípios atendidos e incorporar novas oficinas”, disse Jhonatan Almada, que estava acompanhado da coordenadora do programa, Ana Paula Gomes, e dos monitores das oficinas.

As novas oficinas que serão ofertadas a partir do próximo ano são as de Química, Arqueologia/Paleontologia e de Matemática. A oficina de Matemática está inserida na programação do Biênio da Matemática – 2017/2018 que prevê várias atividades com o intuito de tornar o ensino da disciplina mais atraente, melhorando assim o processo de ensino-aprendizagem.

Uma avalição feita pela Secti mostrou que 88% das pessoas que participaram das atividades do programa consideram a iniciativa excelente. Também foi realizada avaliação do desempenho dos monitores das oficinais. Neste item, o índice de satisfação foi superior a 90%. “Para nós é uma imensa satisfação participar dessa iniciativa do governo e contribuir para um maior aprendizado da ciência”, disse o monitor da oficina de Robótica Luiz Eugênio Santos Araújo Filho que participou da coletiva.

O secretário Jhonatan Almada disse que os resultados do programa mostram que os R$ 160 mil investidos pelo governo na realização das oficinas tiveram um grande alcance e beneficiaram principalmente a população dos municípios mais carentes e longínquos do Estado, a exemplo de Tasso Fragoso e Bacuri. “Tivemos uma grande procura pelas oficinas em todos os municípios e os resultados da avaliação mostram que o trabalho foi bem feito, que a população ficou satisfeita. Isso nos motiva a fazer mais e melhor”, disse o secretário Jhonatan Almada.

Sobre o programa
O projeto Luminar segue a linha de política pública do governo que visa à descentralização, regionalização e interiorização de suas ações. O objetivo do programa é despertar vocações científicas. A ação integra o eixo estratégico da popularização da ciência, tecnologia e inovação.

Por meio do programa, estudantes do interior do Maranhão têm oportunidades de participar de oficinas em quatro subáreas de conhecimento da ciência – astronomia, eletricidade básica, games e robótica, além de assistir à exibição do ‘Planetário’, ampliando assim seus conhecimentos nestas áreas.

O programa prioriza os municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). “O programa chega aos municípios como uma grande novidade, uma grande feira de ciência e tem uma aceitação enorme em razão de ser uma iniciativa inédita que possibilita aos estudantes ampliar o conhecimento nesta área”, destacou Ana Paula Gomes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente