2 de mai de 2017

Museu de Astronomia disponibiliza acervo com 2 mil livros

No acervo da Academia Brasileira de Ciências estão obras raras, com anotações feitas por cientistas e correspondências pessoais



(Portal Brasil) O Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast) vai disponibilizar 2 mil livros do acervo da Academia Brasileira de Ciências (ABC) para o público. Entre os destaques estão obras com anotações feitas a mão por cientistas e correspondências pessoais trocadas na década de 1950.

"São ao menos 400 obras raras da história da ciência nacional. Com a guarda dessa coleção, o Mast é hoje detentor de um dos maiores acervos brasileiros de publicações científicas consideradas históricas, senão o maior", explica a diretora da instituição, Heloisa Bertol.

Entre as raridades, foi encontrado no acervo da ABC um exemplar do livro Homens e Coisas da Ciência, do médico Carlos Chagas Filho. Além da importância científica, os organizadores descobriram que a publicação, lançada em 1956, possuía valor simbólico. Há nela uma dedicatória escrita de próprio punho pelo autor, o que a torna um exemplar único.

Outro tesouro encontrado é o livro Principles of Nuclear Engineering, de Samuel Glasstone, de 1955. Dentro da publicação, havia cartas que foram trocadas entre o físico Joaquim da Costa Ribeiro, dono do exemplar, e o cientista norte-americano Donald Kallman.

"São obras singulares que teremos muito prazer em disponibilizar ao público", afirma a chefe da Biblioteca do Mast, Eloísa Almeida.

Sob a responsabilidade do Mast desde 2015, o acervo da ABC conta, no total, com 14 mil volumes, sendo que 2 mil já foram catalogados. A coleção também poderá ser consultada no site do Museu, na base de dados da biblioteca.

A cerimônia de lançamento da primeira parte do acervo será realizada na próxima quarta-feira (3), às 14h, na Biblioteca do Mast. A data é uma homenagem aos 101 anos da Academia Brasileira de Ciências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente