21/09/2012

Uma visita à Fisicalândia

A experiência de um professor piauiense do ensino médio no curso de física do Cern ou como a experimentação e a discussão de temas relevantes e atuais podem estimular o aprendizado e o interesse pela ciência.



(Ciência Hoje) Cerca de 7.500 quilômetros separam Teresina, no Piauí, e Genebra, na Suíça. Mas, para um professor brasileiro, percorrer essa distância foi uma verdadeira expedição à Lua. Antônio Araújo Rodrigues foi um dos 30 docentes brasileiros convidados a integrar a turma deste ano da Escola de Física do Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (Cern). De volta ao país, ele e os colegas têm agora a missão de propagar, em seus estados e salas de aula, a experiência vivida em uma das mais importantes instituições científicas do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente