24 de set de 2015

Brasil sedia Olimpíada Latino-Americana de Astronomia

De 27 de setembro a 4 de outubro, 50 estudantes de cinco países latino-americanos estarão no Rio de Janeiro para disputar a competição.


De 27 de setembro a 4 de outubro, 50 estudantes de cinco países latino-americanos estarão no Rio de Janeiro para participar de uma olimpíada diferente. Em vez de aparelhos esportivos, os equipamentos serão telescópios e calculadoras. Trata-se da VII Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA).

O início do evento será marcado pela chegada das delegações, no domingo, dia 27. A cerimônia oficial de abertura acontece na segunda-feira, dia 28, às 9h da manhã, no Planetário da Cidade do Rio de Janeiro, na Gávea. No mesmo dia, será realizada no local a primeira competição: a prova de planetário. Os estudantes vão identificar corpos celestes e apontar a posição de estrelas e constelações. Na sequência, as equipes irão para o município de Barra do Piraí, à 200 quilômetros da cidade do Rio, onde, a partir de terça-feira, dia 29, realizarão as provas teóricas, de observação do céu e de lançamento de foguetes. "Claro que trata-se de uma competição, mas também é uma oportunidade única para trocar experiências e conhecer um pouco da cultura de nossos vizinhos no continente", afirma Eugênio Reis Neto, astrônomo do Museu de Astronomia e Ciências Afins e coordenador da Olimpíada.

A equipe brasileira, liderada pelo astrônomo Júlio César Klafke, da Universidade Paulista (UNIP), é composta por Ana Paula Lopes Schuch (Porto Alegre, RS), Renner Leite Lucena (Fortaleza, CE), Gustavo Guedes Faria (São José dos Campos, SP), Leonardo Henrique Martins Florentino (São Paulo, SP) e Víctor Gomes Pires (São Paulo, SP). Todos participaram de treinamentos intensivos no Observatório Abrahão de Moraes, em Valinhos (SP), e no Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA/MCTI), em Brazópolis (MG), para aprender a operar telescópios e a construir foguetes e bases de lançamento. Além do Brasil, participam Argentina, Uruguai, Paraguai e Colômbia.
A 7ª OLAA é realizada pela Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), em parceria com o Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast), a Agência Espacial Brasileira (AEB), a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), o Observatório Nacional (ON), a Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro, a Universidade Paulista (Unip), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e o Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE).

Visite o hotsite da VII Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente