20 de set de 2015

Projeto promove observação astronômica dia 27 de setembro


(IFSC) Você já ouviu falar em Lua de Sangue ou em Superlua? Amantes da astronomia, curiosos e interessados pelo tema poderão observar esses dois fenômenos simultaneamente, na noite de 27 de setembro. Para conferir mais de perto esses eventos, o professor de Física do Câmpus São José Marcelo Girardi Schappo irá promover uma observação astronômica, a partir das 21h, no Trapiche da Avenida Beira-mar Norte, em Florianópolis. A atividade integra o projeto de extensão “Observações Astronômicas e Tópicos de Física Moderna”.

O professor explica que a Lua de Sangue nada mais é do que um eclipse total da Lua, onde ela passa totalmente pela região de sombra da Terra causada pelo Sol. “Isso a deixa com uma coloração avermelhada devido a efeitos da nossa atmosfera, por onde a luz do Sol passa antes de atingir a Lua. Esta será a “quarta Lua de Sangue”, pois será o quarto eclipse total em um intervalo de dois anos”, explica Marcelo. O próximo eclipse lunar total visível na América do Sul será somente em julho de 2018.

Além do eclipse total, este momento de setembro coincidirá com mais uma Superlua, que é a ocorrência de uma Lua Cheia em coincidência com a passagem dela pela região de sua órbita que é o ponto mais próximo à Terra. “A distância média entre nosso planeta e nosso satélite natural fica próximo de 380.000km e, durante a Superlua, essa distância cai para cerca de 350.000km. A aparência do astro no céu acaba ficando levemente maior, cerca de 10%, mas não é fácil de se perceber essa diferença a olho nu”, explica o professor.

No dia da observação serão montados telescópios no trapiche da Avenida Beira-mar Norte. “Apesar de o eclipse poder ser observado normalmente sem nenhum aparelho especial, os telescópios permitem observação de detalhes das crateras, sombras e relevo lunar que não se pode ver a olho nu. Dependendo do número de pessoas, a visualização pelo telescópio será feita em revezamento e o tempo de cada um pode acabar ficando reduzido. No entanto, a experiência também vale no sentido de podermos trocar explicações sobre o que está acontecendo e também confraternizar”, avalia Marcelo.

Qualquer pessoa pode participar da observação, que terá duração aproximada de quatro horas (das 21h do dia 27 até 1h do dia 28). Em caso de tempo ruim, os telescópios permanecerão montados para as possíveis janelas de observação. O evento só será cancelado em caso de chuva ininterrupta por toda a noite.

SERVIÇO
O que: eclipse lunar total e Superlua
Quando: 27/09/2015 (domingo), a partir das 21h (máximo do eclipse às 23h47)
Onde: trapiche da Avenida Beira-mar Norte, em Florianópolis

----
Página do evento no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente