17 de nov de 2015

Estudantes campistas descobrem 150 asteroides e batem recorde mundial


(Avelino Ferreira) Campos dos Goytacazes bateu o recorde mundial da Campanha Internacional de Busca de Asteroides. O município contou com a participação de 148 estudantes, o que configura a maior participação do mundo de uma cidade no projeto que reúne cerca de 80 países. Em 2015, a campanha somou 171 asteroides descobertos pelo mundo, sendo 150 somente pelos alunos de Campos.

O anúncio oficial dos números foi realizado nesta sexta-feira (13), no Plenário da Câmara de Vereadores de Campos. A cerimônia especial contou com o fundador do projeto, o norte-americano Patrick Miller, que fez o anúncio por meio de vídeo conferência direto do Havaí. Campos enviou 395 novas descobertas de asteroides para a União Astronômica Internacional avaliar quais seriam confirmados.

“Começamos com este projeto em 2006 em uma escola onde dei aula nos Estados Unidos. Percebi que muitos poderiam participar e, atualmente contamos com 500 escolas em 80 países. Para 2016 nossa meta é chegar a 750 escolas pelo mundo. Durante todo este tempo do projeto, a cidade de Campos foi a que mais descobriu asteroides. Lembrando que agora contamos com uma parceria com a Nasa, o que nos torna ainda mais responsáveis por nossas descobertas”, disse Patrick.

A coordenadora de Ciências da secretaria municipal de Educação, Carla Sales, anunciou os números. “Entre as Escolas Municipais tivemos 84 alunos envolvidos que somaram 82 descobertas confirmadas. Já entre as Escolas Estaduais, tivemos 38 alunos participando, com 34 asteroides confirmados. Somando os campus do IFF Centro e IFF Guarus foram 6 alunos envolvidos com 11 asteroides confirmados. Por fim, somando os integrantes do Clube de de Astronomia Louis Cruls e da Escola de Astronomia e Astronáutica foram 23 asteroides confirmados com 20 envolvidos”.

“Conseguimos conquistar o recorde mundial. Campos está há três anos no projeto e já se destaca como a maior descobridora do mundo, o que nos deixa com muito orgulho do empenho dos nossos alunos e professores envolvidos. Somando os três anos de participação na campanha, somamos 216 descobertas confirmadas. No ano que vem, esperamos realizar novas descobertas ainda mais e ampliar a participação dos alunos”, concluiu o coordenador do Clube de Astronomia Louis Cruls, Marcelo de Oliveira.

O programa só foi possível em Campos graças à parceria firmada entre Patrick Miller, coordenador da Campanha Internacional de Busca de Asteroides Pan-STARRS, no início do ano passado, e o Dr. Edson Batista, presidente da Câmara de Vereadores. Ao anunciar ao mundo o resultado, tendo Campos ficado, mais uma vez, em primeiro lugar, Patrick Miller citou a importância do Legislativo campista, na pessoa do Dr. Edson Batista, para o sucesso do programa no Brasil.
----
E mais:
Campos, RJ, é recordista em descoberta de asteroides no mundo (G1 - com vídeo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente