21 de dez de 2015

Será o Pai Natal? Não. Um grande asteroide irá passar pela Terra na véspera de Natal

Depois de Spooky, o asteroide do Halloween, chegam notícias de outro objecto celestial que irá visitar-nos numa data importante do nosso calendário. Mas não fique com medo, esta pedra espacial não será o Grinch que acabou com o Natal.



(Diário Digital - Portugal) O asteroide 2003 SD200, também conhecido como asteroide 163899, deve aproximar-se da Terra na véspera de Natal, no dia 24 de Dezembro de 2015. Mas não vai chegar tão perto assim: a uma distância de 28 vezes maior que a existente entre a Lua e a Terra, a NASA diz que não há com o que se preocupar.

Descoberto em 2003, o objecto deve passar pela Terra a uma distância confortável de 6.700.000 milhas, cerca de 11 milhões de quilómetros, ou ainda 0,074 UA. A essa distância, será visível apenas para astrónomos profissionais e amadores, que poderão captar excelentes imagens da pedra espacial gigante.

Talvez a única coisa digna de nota sobre o asteroide 2003 SD220, além da sua visita no Natal, seja o seu tamanho. As primeiras estimativas colocavam-no entre 1,1 e 2,5 km de comprimento, mas observações mais recentes consideram que o valor deve ficar próximo de 2 km. O 2003 SD220 está, actualmente, a mover-se a uma velocidade de 28,16 km/s, e aparentemente está numa rotação bem lenta de cerca de uma semana.

O objecto, cujo formato lembra um pedaço de picles ou ainda o dedo de uma galinha, regressará em 2018. A NASA diz que ele não representa uma ameaça para a Terra nos próximos dois séculos, no mínimo.

Ao contrário do que dizem algumas notícias que saíram na imprensa, o asteroide não irá causar terramotos no nosso planeta quando estiver no ponto mais próximo.

Como escreve Eddie Irizarry no EarthSky:
Estas afirmações são enganadoras e incorrectas. Mesmo se o 2003 SD220 fosse passar mais perto, é muito duvidoso que o resultado seria um terramoto. Na verdade, não há evidência científica alguma de que o sobrevoo de um asteroide possa causar qualquer actividade sísmica, a menos que colida com a Terra, mas claramente não é este o caso aqui.

O objecto está na lista da NHATS de objectos potencialmente acessíveis a humanos. Por isso, astrónomos do Observatório de Arecibo, em Porto Rico, e do Observatório de Goldstone, na Califórnia, estarão a monitorizar o asteroide nas próximas semanas.
----
E mais:
Asteroide vai passar próximo à Terra na noite de Natal (Galileu)
.
Asteroide passa perto da Terra no dia 24 (Jornal de Notícias)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente