2 de fev de 2016

Acha que dava para astronauta? Experimente os testes da ESA

A ESA não está à procura de astronautas, mas está à procura de voluntários que ajudem a refinar os métodos para testar candidatos


(DN - Portugal) Astronauta é certamente uma das profissões mais exclusivas do planeta, e os testes necessários para saber quem tem o que é preciso para cumprir o papel estão sempre a ser refinados. Agora, a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla inglesa) pede ajuda a voluntários para poder melhorar um dos testes mais importantes que são dados aos candidatos: o da manipulação de objetos no espaço tridimensional.

Como a agência explica num comunicado, é importante que os astronautas tenham capacidades excecionais de pensar e de orientarem em três dimensões. Isto porque no ambiente gravidade zero da órbita terrestre, os astronautas arriscam a ficar desorientados porque "cima" e "baixo" passam a ser direções relativas conforme a posição em que se está a flutuar.

"Durante um passeio espacial, o efeito [de desorientação] intensifica-se porque o negro do espaço deixa pouco aos cérebros dos astronautas para usarem como referência", lê-se no comunicado da ESA.

Assim, a ESA abriu ao público em geral uma versão inicial de um teste para candidatos a astronautas que serve para avaliar essa capacidade de orientação e manipulação tridimensional de objetos. "Neste momento a EPA não está a selecionar astronautas, mas desenvolver testes para o fazer leva tempo e precisa de ser bem feito", disse Frank De Winne, dirigente do centro de astronautas da ESA.

O teste, que pode ser experimentado aqui, é como um pequeno jogo em que é pedido ao utilizador que gire um objeto para o encaixar em novas posições em três dimensões, programando os movimentos antes de os ver concretizados. Quanto mais pessoas experimentarem o teste, mais dados a equipa da ESA terá para perceber se este está a cumprir o seu propósito. "Comece a pensar como um astronauta", incentiva a Agência Espacial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente