6 de jun de 2017

Ações incentivam o estudo da astronomia na escola


(Prefeitura de Chapecó) Pensando em estimular nos alunos o interesse pela escola e pelos estudos da astronomia, a Secretaria de Educação em parceria com a Udesc Oeste, levou para a Escola Básica Municipal Água Amarela, o Planetário Digital Móvel. A ação oportunizou aos estudantes o acesso ao conhecimento, o contato com novas experiências e aproximou toda a escola em uma atividade fora da rotina.

A ação envolveu mais de 180 alunos do pré-escolar a 9ª série. Dentro do planetário, que tem cerca de 7 metros de diâmetro, os alunos assistem a filmes que simularam uma viagem espacial, aprenderam sobre os corpos que constituem o Sistema Solar, fases da Lua, estações do ano e eclipses e observaram a projeção de um céu estrelado.

“O Planetário Digital Móvel Udesc Oeste complementa os estudos de astronomia e ciências em geral que estão fragmentados em várias disciplinas e séries dos ensinos fundamental e médio. Por se ter uma visão em trezentos e sessenta graus do conteúdo que está sendo apresentado, dá uma sensação de imersão, despertando a curiosidade e diferentes sentidos de percepção da audiência”, explica o Doutor em Astrofísica da Udesc, Daniel Raimann.

“Essa atividade vem para contribuir com o conhecimento dos alunos fazendo com que eles percebam e entendam cada vez mais os fenômenos astronômicos. É uma oportunidade de ouro para nossos educandos”, disse a Secretária de Educação, Sandra Galera.

Além de oportunizar o acesso ao conhecimento e desenvolver capacidades para entender e compreender fenômenos astronômicos, as ações prepararam os estudantes para a Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA). Escolas de diferentes localidades trabalharam ações que prepararam os alunos para as provas. Ao todo participaram da OBA dezessete instituições municipais de ensino urbanas e do campo. Somente na Rede Municipal mais de 900 alunos fizeram a prova.

“Essas atividades na escola complementam a preparação dos estudantes, pois ali dentro se discute vários fenômenos relacionados à Astronomia e Astronáutica. Além de possibilitar um treinamento para que se possam reconhecer diversos objetos no céu, como estrelas, constelações e planetas. Por fim, possibilita uma experiência que está muito distante da nossa população, pois espaços de divulgação científica estão em cidades distantes de Chapecó”, finaliza Daniel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente