7 de jun de 2017

O céu não é o limite: Clube de Astronomia promove observação do Universo



(IFC) Observar o céu é algo que me encanta. Gosto de deitar na calçada e passar horas observando o movimento das nuvens em dias claros e o brilhar das estrelas em noites limpas. E você, já parou para observar o céu e, se sim, se sente curioso para saber o que mais existe por lá? O estudante do curso técnico Integrado em Agropecuária do Instituto Federal Catarinense (IFC) – Campus Camboriú, Odorico Miguel Bueno, é um entusiasta da astronomia e uma pessoa insistente. Em 2011 surge a ideia do projeto de Extensão Clube da Astronomia – Tycho Brahe porém, por quatro anos, a atividade fica paralisada devido à transferência do professor responsável. É no final de 2015 que Odorico, apaixonado por astronomia e detentor de um telescópio em casa, insiste para que o projeto seja retomado.

No ano seguinte, o Telescópio Celestron CPC com GPS interno e tubo de 8 polegadas Schmidt-Cassegrain do IFC Campus Camboriú volta a ser utilizado por meio do projeto de extensão. “O principal objetivo da ação é oportunizar que as pessoas observem o céu e participem de debates sobre astronomia básica. O foco é desmistificar o Universo de uma maneira gratuita para todo o público interessado”, diz o professor de física e coordenador do projeto, Kleber Ersching.

Para que isso aconteça, a equipe responsável pelo projeto programa observações abertas para a comunidade nas segundas e quintas-feiras das 19 às 21 horas, nas proximidades dos blocos F e J do Campus Camboriú. Só não é possível utilizar o Telescópio Celestron CPC caso as condições climáticas não sejam favoráveis.

Com o telescópio é possível observar vários astros, como a Lua, Vênus, Júpiter e quatro de suas Luas, Saturno e seus anéis e uma Lua, Marte, além de aglomerados de estrelas e nubulosas. Este ano 79 pessoas realizaram a observação no IFC Camboriú. “Além disso, o Clube de Astronomia oferta gratuitamente para a comunidade colóquios sobre astronomia, que acontecem nas segundas-feiras às 18 horas (antes da observação)”.

Confira a programação:


Ficou curioso? Comparece ao IFC Campus Camboriú, nas segundas e quintas-feiras das 19 às 21 horas (proximidades dos blocos F e J), e desvende os mistérios do Universo. Saiba mais sobre o projeto Clube de Astronomia – Tycho Brahe acessando a Fanpage no Facebook.

MAIS: O nome do projeto Clube de Astronomia – Tycho Brahe faz referência ao importante astrônomo do século XVI – Tycho Brahe. O termo clube foi escolhido para caracterizar a continuidade do projeto, que visa ser anual de forma que estudantes sejam capacitados para manusear e manter o Telescópio Celestron CPC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente