6 de jan de 2016

Programação de férias da Sabina promete unir diversão e aprendizado


(Diário do Grande ABC) Aprendizado e diversão definem as atividades de férias da Sabina Escola Parque do Conhecimento, em Santo André. A programação começou ontem e vai até o dia 31. Durante o período, os visitantes podem aproveitar desde as atrações tradicionais, como o pinguinário e a réplica em tamanho natural do Tyranossauro Rex, até oficinas, exposição sobre a África e apresentações no planetário.

Uma das novidades é a observação do sol, no NOC (Núcleo de Observação do Céu). Utilizando binóculos e telescópios especiais, os visitantes podem contemplar fenômenos, como manchas solares e pequenas explosões. Na estreia, a atividade recebeu 80 pessoas. O evento ocorre de terça a sexta-feira, entre 13h e 15h30. Para participar, é necessário retirar a senha no balcão de informações.

A funcionária pública Fernanda Batista, 42 anos, já visitou a Sabina diversas vezes e garante que a experiência é sempre positiva. “É muito interessante. O meu filho gosta de vir. Todas as vezes que ele vem, parece que é a primeira vez.”

Outra atração é a oportunidade de os visitantes interagirem com a natureza meio de atividades sensoriais e lúdicas durante 30 minutos.

O Pinguinário, que tem agora quatro filhotes, o Ceratossauro (que se movimenta e emite sons), o serpentário (com três jiboias) e o aquário marinho (com tubarão, moréias e raias) também fazem sucesso entre as crianças.

A professora Ozana Maria dos Reis, 46, sempre visita a Sabina com os alunos. Desta vez, trouxe os sobrinhos. A Maria Rita, 5, e o Miguel, 9, se divertiram com os dinossauros. “O que mais gostei é que ele faz barulho”, afirmou Miguel.

De acordo com a educadora da Sabina Carolina Estéfano, a programação é voltada para as crianças, mas toda a família se diverte. “É um aprendizado a mais. É importante oferecer mais opções além do parque em si”. No ano passado, 13,1 mil visitantes passaram pelo local em janeiro.

A Sabina funciona de terça-feira a domingo, das 12h às 18h – a bilheteria fecha às 16h45. A entrada custa R$ 20, sendo meia para estudantes, professores, idosos e funcionários públicos, e é gratuita para menores de 5 anos, alunos e professores da rede andreense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente