9 de out de 2016

Pós-doutorado no Inpe com bolsas da Fapesp

Inscrições para duas bolsas no Projeto Temático “e-sensing: Big Earth observation data analytics for land use and land cover changeinformation” estão abertas até o dia 15 de outubro

(Agência Fapesp/JC) A Divisão de Processamento de Imagens do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) oferece duas bolsas de Pós-Doutorado no âmbito do Projeto Temático “e-sensing: Big Earth observation data analytics for land use and land cover changeinformation” da Fapesp, que tem Gilberto Câmara como pesquisador principal. O prazo de inscrição para as duas bolsas encerra em 15 de outubro.

A primeira bolsa é na área de Geociências. O bolsista irá se concentrar nas atividades de especificação e validação de métodos para monitoramento agrícola utilizando grandes volumes de dados de observação da Terra. Esses métodos devem ser baseados na análise de séries temporais de imagens de satélite. Os métodos para monitoramento agrícola devem ser desenvolvidos na linguagem R e trabalhar com dados armazenados no banco de dados de matrizes SciDB.

Os candidatos devem ter um PhD em Ciências da Terra, Sensoriamento Remoto, Agricultura ou qualificação equivalente obtida nos últimos sete anos. Devem ser fluentes em linguagem R e em análise de imagens de sensoriamento remoto agrícola. Conhecimento de práticas agrícolas, análise de séries temporais e de bases de dados geoespaciais é desejável.

Para mais informações, consulte o site do projeto (www.esensing.org) ou escreva para gilberto.camara@inpe.br.

A oportunidade está publicada no endereço: www.fapesp.br/oportunidades/1267/.

A segunda bolsa é na área de Ciências da Computação, concentrada na concepção e desenvolvimento de serviços web para dados de grande porte em observação da Terra (EO).

Os serviços web geoespaciais são importantes para a interoperabilidade, a integração com aplicativos e compartilhamento de dados. Dada a carga de transferência de grandes conjuntos de dados por meio da internet, serviços web para grandes dados geoespaciais devem suportar o processamento do lado do servidor, em vez de recuperação do lado do cliente.

O bolsista vai trabalhar na concepção e desenvolvimento de um serviço web, com uma interface simples e padronizada, para processar grandes dados de EO. O serviço deverá permitir que os usuários encapsulem seus algoritmos para o processamento do lado do servidor. Pesquisadores devem ser capazes de desenvolver e compartilhar novos métodos, trabalhando no ambiente R.

Os métodos devem ser desenvolvidos em uma linguagem de programação que faça a interface com o banco de dados de arraysSciDB e com o ambiente R.

Para mais informações, consulte o site do projeto (www.esensing.org) ou escreva para gilberto.camara@inpe.br.

A oportunidade está publicada em www.fapesp.br/oportunidades/1269/.

Os selecionados receberão bolsa de pós-doutorado da Fapesp no valor de R$ 6.819,30 mensais e Reserva Técnica. A Reserva Técnica da bolsa de PD equivale a 15% do valor anual da bolsa e tem o objetivo de atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa.

Caso os bolsistas residam em domicílio diferente e precisem se mudar para a cidade onde se localiza a instituição-sede da pesquisa, poderão ter direito a um Auxílio-Instalação, composto por uma mensalidade adicional e despesas de transporte, quando houver deslocamento por distância superior a 350 quilômetros. Esse benefício precisa ser aprovado pela Fapesp.

Mais informações sobre a bolsa de pós-doutorado da Fapesp estão disponíveis em fapesp.br/bolsas/pd.

Outras vagas de bolsas de pós-doutorado, em diversas áreas do conhecimento, estão no site Fapesp-Oportunidades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente